Ovo de dinossauro é apreendido em aeroporto da Itália

O ovo de dinossauro mede 12 cm e está incrustado em um sedimento rochoso. É da espécie shunossauro que viveu na China.

As autoridades italianas descobriram um autêntico ovo de dinossauro fossilizado durante uma verificação alfandegária de rotina.

O ovo foi encontrado no aeroporto de Milão-Bergamo, no norte da Itália, em um pacote enviado da Malásia.

Ele estava incrustado em um sedimento rochoso dentro de uma embalagem e essa descoberta foi acompanhada de um certificado de origem com autenticidade duvidosa emitida por uma organização que mais tarde foi considerada inexistente.

O ovo foi posteriormente entregue à Superintendência regional de Arqueologia, Belas Artes e Paisagem, que o identificou como vindo de um shunossauro.

Segundo os funcionários da alfândega, o destinatário pretendido renunciou à embalagem e a propriedade do ovo que foi transferida para o Estado italiano. No futuro, o ovo será colocado em exposição, de acordo com o anúncio das autoridades.

Ovo da espécie Shunossauro

Ovo da espécie Shunossauro

Estima-se que o shunossauro seja um saurópode de 10 metros de comprimento, e os fósseis foram descobertos pela primeira vez na China e descritos em 1983 por uma equipe de cientistas.

O dinossauro, sendo um saurópode, estava entre os maiores animais que já andou na Terra e viveu cerca de 159 milhões de anos atrás na China.

O Shunosaurus se distinguia como único entre seus pares com um aglomerado de cartilagem óssea e dura na extremidade de sua cauda que terminava em duas pontas sucessivas medindo cerca de cinco centímetros de comprimento. Os pesquisadores acreditam que foram usados ​​para afastar predadores.

Restos fossilizados de espécies de Shunosaurus são extremamente raros e a Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagem da Itália, tentam frustrar os traficantes com o objetivo de lucrar com sua venda.

Inclusive, em 2007 ocorreu a apreensão de 22 ovos de dinossauro em um leilão na Califórnia, com suspeitas de que tenham vinda da China.

E em 2012, um traficante de fósseis preso revelou o quanto esse comércio ilegal realmente é grande e lucrativo, com vários contrabandistas da China, Estados Unidos e Argentina.

Fonte: vice, allthatsinteresting

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais lidas

Recentes