ARTIGOS MAIS RECENTES

Essas são as Raças de Cachorro mais Caras do Mundo

Raças de Cachorro mais Caras do Mundo

Raças de cachorro mais caras do mundo

O cachorro devido a sua fidelidade ficou conhecido como o melhor amigo do homem e, com o tempo, o ser humano fez vários cruzamentos com o objetivo de manipular características, formando assim uma grande variedade de raças de cães. E algumas dessas raças se sobressaíram em outras tornando-se muito valiosas, alimentando o sonho de muitas pessoas que desejam ter alguma dessas raças específicas.

Além disso, a indústria pet está em ascensão e com essa popularização canina, muitos estão dispostos a pagar o valor necessário para possuir um cachorro com características específicas, como por exemplo uma linhagem mais pura, um porte físico diferenciado ou uma inteligência acima da média. Portanto, continue lendo e conheça agora a lista das raças de cachorro mais caras do mundo.

Avance em Próximo:

São Bernardo

Preço Médio: R$9.000*
País de Origem: Itália/Alpes Suíços

O São Bernardo é um cão de trabalho de grande porte. Chega a pesar mais de 100 quilos, com uma largura de até 1 metrô de ombros. O São Bernardo foi originalmente criado para ser um cão de resgate. O hospício do Passo de Grande São Bernardo criava os cães para ajudar aqueles que ficassem presos na neve na fronteira da Itália com a Suíça.

Cães da raça São Bernardo foram famosos no cinema por décadas, muito amados pelo público. Filmes como Beethoven, que você pode assistir na Hulu, marcaram a infância das crianças dos anos 90. Beethoven, estrelando um São Bernardo chamado Beethoven, foi tão popular que teve continuações de 1993 a 2014.

Tornjak

Preço Médio: R$4.000*
País de Origem: Bósnia e Herzegovina, Croácia

O Tornjak também é chamado de Pastor Bósnio. Ele é nativo da Croácia, Bósnia e Herzegovina. A raça existe desde o século onze, de acordo com historiadores que descobriram documentos fazendo menções aos grandes cães da montanha. O Tornjak quase foi extinto, mas a raça foi salva nos anos setenta através de cruzamentos puro sangue.

Machos chegam a pesar 50 quilos e atingir até 70 centímetros de altura. Esses cães são atenciosos e corajosos, uma herança de quando eram guardiões de rebanhos e famílias nas montanhas. O Tornjak é poderoso, com uma pelagem densa que se adapta a qualquer clima.

Shih Tzu

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: China

Apesar de pequeno, o Shih Tzu é extremamente esperto e cheio de atitude. Tem origem na China, como um cão de palácios, então esta é uma raça acostumada à vida de luxo. O Shih Tzu é facilmente reconhecível pela sua longa pelagem sedosa. Seus antepassados são do Planalto do Tibet, e posteriormente a raça foi desenvolvida por completo na China.

Machos chegam a pesar sete quilos, e a raça está firmemente na categoria de cães não-esportivos. Shih Tzus estão plenamente felizes em seres cães de casa que se deitarão no seu colo para fazer nada o dia inteiro. Também são leais protetores, apesar de sua baixa estatura.

Bedlington Terrier

Preço Médio: R$9.000*
País de Origem: Nordeste Inglês

O Bedlington Terrier é apelidado de “Carneiro de Rothbury”, o que faz muito sentido depois que você vê um cãozinho desta raça. A raça foi originalmente criada para caçar vermes, mas se popularizou como um cão de corrida e de shows de cães. Apesar de sua aparência dócil, o Bedlington é conhecido pelas suas ótimas habilidades de nado.

Esses Terriers são alegres e carinhosos. Eles ainda possuem seus ótimos instintos de caça, além de um faro extraordinário. O Bedlington Terrier chega a medir 45 cm de altura, e você vai vê-los encantando auditórios em muitos shows de cães. O Bedlington, além de ótimo caçador e cão de apresentação, também é uma bela companhia.

Boiadeiro da Flandres

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Norte da Bélgica

O Boiadeiro da Flandres é um cão pastor que tem origem na Bélgica. Esta raça era utilizada para trabalhos de fazenda, incluindo trabalhos pesados como arrebanhar gado, puxar carros e arrebanhar ovelhas. Hoje, o Boiadeiro é utilizado como cão de guarda e cão policial pela polícia europeia (Policiais americanos preferem Pastores Alemães ou Pastores da Bélgica).

O Boiadeiro é um cão com receio de estranhos, mas não é agressivo. Pelo contrário, é muito indicado para famílias e bastante leal. De acordo com o Animal Planet, o Boiadeiro da Flandres chega a pesar entre 30 e 45 quilos, com até 65 cm de altura nos ombros. Este cão de grande porte vive entre dez a doze anos. Você não precisa colocar o Boiadeiro para arrebanhar gado, mas se tiver um, saiba que ele exige bastante exercício.

Terra-nova

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Canadá

Apelidado de Cão D’Água de Moscou, o Terra-nova foi criado no Domínio de Terra-nova, onde hoje está localizado o Canadá. O cruzamento ocorreu antes mesmo da Confederação do Canadá ser formada.O Terra-nova é uma raça de grande porte, notável pela sua pelagem comprida e estrutura óssea robusta.

Machos da raça chegam a pesar mais de 70 quilos, então fêmeas chegam a pesar 55 quilos. Apesar do tamanho e da postura de bravo, este cão na verdade é bastante treinável, gentil e de temperamento doce. As principais cores de sua pelagem são preto, cinza, preto e branco ou marrom. A raça vive por até dez anos.

Golden Retriever

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Escócia

Um dos cães mais amigáveis desta lista é o Golden Retriever, um cão de grande porte, criado para servir de recuperador, ou seja, um cão que recuperava a caça (em geral, pássaros) após seu dono abatê-las com uma arma. O nome retriever vem do inglês “recuperar”, pela suas habilidades de trazer de volta a caça sem danificá-la.

O Golden é super amigável e confiável. Facilmente reconhecível pela sua pelagem dourada ou cor de creme. É a quinta raça mais popular no mundo! Golden Retrievers são estrelas de filmes e da TV, em programas como Sam da CBS ou Year in the Life da NBC. Golden Retrievers são fáceis de treinar e muito carinhosos, por isso são quase universalmente queridos. Eles se encaixam em qualquer set de TV ou cinema, independente do tema.

Pequeno-cão-leão

Preço Médio: R$25.000*
País de Origem: Alemanha/França

O Pequeno-cão-leão, também é conhecido como Löwchen ou, em sua terra natal, como Petit Chien Lion. Este cão é considerado um cão “toy”, e certamente não é um cão de trabalho. A raça foi criada na Europa em 1422, com sua história comprovada pela variedade de pinturas e tapeçarias que levam a imagem do animal. Criado para ser um cão da realeza, acompanhava a elite abastada, sempre no colo dos nobres. O Löwchen foi uma das raças de cachorro mais raras do mundo nos anos setenta, mas seus números aumentaram de lá para cá.

Este pequeno leão não vai crescer muito. Seu peso máximo é de cerca de 9 quilos. Eles são saudáveis em geral, mas pagar um plano de saúde pet pode ser uma boa ideia se você tem um desses, já que a raça continua sendo uma das mais raras (e caras) do mundo.

Rottweiler

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Alemanha

Rottweilers eram cães de trabalho, originalmente. Eles arrebanhavam o gado até os mercados, e também puxavam carros de açougue. Rottweilers eram (e são) conhecidos pela sua natureza alerta e corajosa, sendo uma das primeiras raças de cão policial. Eles ainda têm um papel no exército, também, servindo junto com seus companheiros humanos. Rottweilers possuem uma má reputação, mas são cães muito amigáveis se socializados desde cedo. Esta raça é muito protetora de sua família, seja ela humana ou canina.

Apesar de serem ótimos cães, algumas cidades americanas baniram os Rottweilers. As razões para o banimento são discutíveis, mas você deve se certificar de que sua cidade permite a raça mesmo assim antes de adquirí-la. Mesmo que você não acabe na CNN por ter um rottweiler em casa, você não quer arriscar uma multa cara e seu cão sendo tirado de você, não é mesmo?

Bulldog Inglês

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Inglaterra

O Bulldog é conhecido por ser um cão musculoso e robusto, com seu nariz amassado e focinho enrugado (e muito bonitinho). O Bulldog Inglês chega a pesar mais de vinte quilos, e sua origem data de 1600. As primeiras pinturas representando um bulldog datam de 1700, como a “the Painting of a Bulldog”, de Philip Reinagle.

Bulldogs vivem entre oito e dez anos. Apesar de serem amigáveis e atrapalhados, bulldogs são difíceis de treinar por sua teimosia. Eles também têm propensão à obesidade, então fique de olho na dieta do seu cãozinho. Por ser comum que bulldogs tenham problemas de saúde, é uma boa ideia contratar um plano de saúde pet para a raça. Empresas como a Geico oferecem o serviço.

Cão-pelado-peruano

Preço Médio: R$15.000*
País de Origem: Peru

O Cão-pelado-peruano é fácil de avistar, com seu corpo pelado (que às vezes apresenta um topetinho no alto da cabeça). Ele é de porte pequeno, e é uma raça que existe há vários séculos, criada primeiro no Peru na era Pré-Inca. Eles se popularizaram durante a Dinastia Inca. Esses cães eram considerados alimentos pelos peruanos Pré-Inca, mas os Incas acreditavam que os animais eram criaturas míticas e baniram qualquer consumo da sua carne após conquistar a região. Rumores diziam que o cão ajudaria a curar artritis.

De acordo com o New York Times, Cães-pelados-peruanos são tão “importantes quanto Machu Picchu” no Peru. Eles vivem de onze a doze anos, chegando a pesar cerca de 12 quilos, e medindo até 45 cm de altura. Esta raça tem a personalidade agitada, carinhosa e alerta.

Mastiff Napolitano

Preço Médio: R$25.000*
País de Origem: Roma

O Mastiff Napolitano (também conhecido como Mastino) é uma raça de cães de grande porte, que chega a pesar até 70 quilos. O Mastiff foi criado na Roma antiga, como cão de guarda para famílias e propriedades, reputação que acompanha o Mastino até hoje. Sua expectativa de vida é de oito a dez anos. Apesar de serem treináveis, esses cães têm a tendência de serem um pouco destrutivos quando ficam entediados, então eles exigem bastante atividade e companhia.

Mastiffs Napolitanos podem parecer medonhos, mas não costumam ser agressivos se socializados corretamente. São cães que mais assustam do que atacam. Esses cães de guarda chegam a pesar entre 60 e 70 quilos, gerando um prejuízo com comida de até 400-500R$ por mês.

Akita

Preço Médio: R$23.000*
País de Origem: Japão

Originário das regiões montanhosas do norte do Japão, o Akita tem duas variedades: o Akita Japonês ou o Akita Americano. Ambas são raças de grande porte, com machos que chegam a pesar 60 quilos. O Akita era originalmente utilizado como cão de guarda, responsável por proteger a família real Japonesa e toda a nobreza. Se socializado jovem, o Akita será muito dócil e amigável, mas também muito protetor dos membros de sua família.

De todas as raças de cachorro japonesas, a Akita é a mais conhecida e venerada. Infelizmente, o Akita também foi banido de muitas cidades nos Estados Unidos. Mas apesar disso, celebridades ainda amam a raça, com atores como Sarah Michelle Gellar e Freddie Prinze Jr. tendo Akitas como membros de sua família desde novembro de 2020.

Pharaoh Hound

Preço Médio: R$32.000*
País de Origem: Malta

O Pharaoh Hound é apelidado de “O Cão Corado” por conta de sua pelagem de cor singular. Ele foi criado para caçar lebres nas Ilhas de Malta. Seu nome, no seu idioma original, é Kelb-tal-Fenek, que significa “cão de coelho”. Os ancestrais do Hound também caçavam gazelas ao lado de faraós egípcios.

O Pharaoh Hound existe há pelo menos cinco mil anos, se não mais. É um cão inteligente e altamente treinável. Esta raça enérgica vive entre 11 e 14 anos. Pharaoh Hounds se dão bem com outros cães, mas também possuem uma reputação de agressividade com cães do mesmo gênero ou menores do que ele. Pharaohs também são caçadores por natureza, então não devem dividir a casa com bichinhos menores.

Cão de Água Português

Preço Médio: R$15.000*
País de Origem: Portugal

O Cão de Água Português chegou a ser membro da Casa Branca de 2008 a 2016. O cão foi criado para ser um cão de trabalho na região de Algarve, em Portugal. Esta raça pode viver até quinze anos, e é hipoalergênica. Machos chegam a pesar cerca de trinta quilos. O CAP se dá bem com famílias e tem uma personalidade inteligente e fofinha.

Cães de Água Portugueses precisam ser treinados desde cedo, já que sua natureza é impetuosa e teimosa se não for ensinado a escutar. Como você já deve ter adivinhado pelo nome, esses cães são ótimos nadador, de acordo com o . Eles possuem até pele entre os dedos para ajudar a remar. Cães de Água Portugueses são bons nadadores por instinto, e seu nome não poderia ser mais apropriado.

Dogo Argentino

Preço Médio: R$25.000*
País de Origem: Argentina

O Dogo Argentino é uma raça de cão branca, grande e musculosa. Foi criada na Argentina por Antonio Nores Martinez, que queria um cão que fosse bravo e protetor durante a caça de animais grandes, sendo utilizado na caça de javalis selvagens. Machos chegam a pesar 45 quilos, com expectativa de vida de 10-12 anos. O Dogo Argentino está banido de certas áreas, incluindo todo o Reino Unido e cidades dos EUA como Nova York e Aurora, no Colorado.

Essa raça precisa ser socializada desde cedo, e não são cães para a família, mas são bons para donos sozinhos que querem uma companhia para proteção. Em novembro de 2020, os fãs do Dogo Argentino receberam ótimas notícias, com a raça sendo oficialmente adicionada como a 195ª raça do Clube de Cães da América.

Mastiff Tibetano

Preço Médio: R$35.000*
País de Origem: Tibet/Nepal/China

O Mastiff Tibetano tem origem antes de Cristo. Foi criado para viver junto com as culturas nômades do Tibet, China, Índia, Mongólia e Nepal. O Mastiff Tibetano servia para proteger os animais de predadores grandes como lobos, ursos, fuinhas, tigres e leopardos. A origem Himalaia dos Mastiffs talvez expliquem sua pelagem grande e fofa.

Este cão-leão chega a pesar 70 quilos. O Mastiff Tibetano é um dos cachorros mais caros do mundo, com um Mastiff vermelho chamado Big Splash sendo vendido para um executivo chinês por R$7.5 milhões. Eles são relativamente raros, e extremamente protetores e teimosos. E apesar de serem assim, os Mastiffs também têm um lado gentil e dócil, que torna o cão uma ótima companhia.

Samoieda

Preço Médio: R$40.000*
País de Origem: Sibéria/Rússia

O Samoieda tem origem na Sibéria, onde viveu entre os nômades pastores de renas. Seu nome vem das pessoas com quem o cão vivia originalmente: O povo Samoyed. Esses cães ainda têm instintos de pastoreio, e também são bastante teimosos, ainda que sociáveis.

Samoyeds podem viver de 12 a 13 anos, com machos chegando a pesar mais de 30 quilos. Eles precisam de bastante atenção e companhia. Contas de redes sociais como Instagram de cães Samoieda conseguem milhares de seguidores, e as pessoas amam esses cães fofinhos. Samoiedas parecem estar sempre sorrindo, o que combina com sua personalidade agitada, social e brincalhona (e até um pouco traiçoeira).

Bulldog Francês

Preço Médio: R$11.000*
País de Origem: França/Inglaterra

O Bulldog Francês é conhecido pelas suas orelhas de morcego, levantadas, que os distinguem dos seus primos maiores e musculosos da Inglaterra. O Bulldog Francês foi criado no século XIX por criadores que cruzaram entre Toy Bulldogs da Inglaterra e pequenos cães franceses. O Bulldog Francês é um cão atlético e afetuoso, que chega a pesar apenas cerca de 10 quilos.

Esta raça de bulldogs também não late muito, e costuma ter problemas digestivos. O Bulldog Francês não precisa se exercitar tanto quanto seus amigos caninos, mas precisa de mais atenção e sonecas que outras raças. São favoritos de celebridades, sendo vistos no colo de celebridades como a rapper Megan Thee Stallion, a atriz Taraji P. Henson e a cantora Lady Gaga.

Pastor-da-Picardia

Preço Médio: R$13.000*
País de Origem: França

O Pastor-da-picardia é uma raça rara, conhecida pelas suas orelhas que chegam a medir quase 15 centímetros. Também conhecido como Berger da Picardia, este cão foi criado na França para ser cão de pastoreio. Infelizmente, eles quase foram extintos após a primeira guerra mundial. A população da raça cresceu, até que a segunda guerra dizimou quase todo o grupo. Ainda existem Pastores-da-picardia de verdade, mas a raridade explica por que custam tão caro.

Este cão desgrenhado, de cor de terra é uma companhia leal e assertiva, que pode chegar a pesar até 30 quilos. Criadores vêm tentando aumentar seus números, o que é auxiliado pelo excelente temperamento da raça. O Pastor-da-Picardia também ficou famoso em Hollywood com o filme Because of Winn-Dixie, produzido pela Walden Media.

Dogue Canário

Preço Médio: R$15.000*
País de Origem: Ilhas Canário

O Dogue Canário foi criado nas Ilhas Canários para servir de animal de pastoreio. A raça é rara, e se assemelha ao Molossus. Também é um cão de pegar, utilizado em caça. Também conhecido como Perro de Presa, o Dogue é caro devido à sua raridade. Esta é uma raça que precisa ser criada desde jovem, e tem uma expectativa de vida de nove a onze anos, com seus machos chegando a pesar 60 quilos.

Um Presa Canário atingiu milhões de visualizações no YouTube, sendo chamado pela Dogumentary TV de “O Maior Cão de Proteção”. O Presa é um cão musculoso, mas nunca viu brilhar a sua carreira como cão policial, mesmo que sua mera presença assegure que nenhum criminoso vai tentar nada.

Azawakh

Preço Médio: R$15.000*
País de Origem: Mali/Níger/Burquina Faso

O Azawakh, como poucas raças desta lista, é um cão que caça pela visão, originário do oeste africano (especificamente em Mali, Níger e Burquina Faso). O Azawakh foi criado para ser um cão de caça, mas a falta de presas na região africana tornou-o um cão guardião de rebanhos.

A expectativa de vida de um Azawakh é de até doze anos, e o cão pode pesar até vinte e cinco quilos. É conhecido por seu comportamento de estranheza com estranhos, mas afeição e atenção com a família – e um fiel protetor quando necessário.

Olde English Bulldogge

Preço Médio: R$16.500*
País de Origem: Inglaterra

O Olde English Bulldogge é uma variação do bulldog, mas é uma raça com suas próprias características distintas. Apesar da palavra “Olde” (ou “Velho”) no nome, a raça só foi reconhecida pelo United Kennel Club em janeiro de 2014. O Bulldoge possui tamanho médio, e é um cão forte e musculoso, que chega a pesar até trinta quilos.

Essa raça é leal e dócil. São muito utilizados como cães de guarda, o que explica sua classificação pelo UKC no Grupo de Cães de Guarda. São mais altos que outras raças de bulldog, com os machos chegando à altura de cinquenta centímetros (e as fêmeas, quarenta e cinco centímetros).

Cane Corso

Preço Médio: R$6.500*
País de Origem: Roma

O Cane Corso é um gigante gentil. Originário do sul da Itália, na Roma antiga, costumavam ir para as batalhas com os soldados romanos, e até tinham suas próprias armaduras para proteção. Eles eram utilizados para encontrar coisas, proteção e até mesmo como cão policial. Esse cães chegam a pesar cinquenta quilos e atingem até setenta centímetros de altura.

O Cane Corso é um cão fácil de treinar, com temperamento bastante estável, ainda que se torne destrutivo quando entediado. Esses cães não são agressivos por natureza, mas não muito protetores da família e de sua casa.

Terrier Preto da Rússia

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Rússia

A URSS criou várias raças de cães em seu Canil Estrela Vermelha. Uma dessas raças foi o Terrier Preto da Rússia, uma raça não-hipoalergênica criada na década de quarenta para servir de cão de trabalho/militar na Segunda Guerra Mundial. O Terrier Preto da Rússia manteve sua energia e disposição para o trabalho ao longo das décadas.

E não deixe o nome “Terrier” te enganar. Este cão chega a pesar quase 70 quilos e medir mais de 70 centímetros de altura. Sua origem na União Soviética o faz um cão de pelagem preta, grossa e fofinha, que consegue resistir a temperaturas abaixo de zero (o que não significa que você deve deixá-lo no frio, é claro).

Duck Tolling Retriever da Nova Escócia

Preço Médio: R$10.500*
País de Origem: Canadá

De todos os retrievers reconhecidos pelo American Kennel Club, o Duck Tolling Retriever da Nova Escócia é o menor deles. Este cão é utilizado para recuperar a caça abatida, abreviado geralmente como “Toller”. Ele se parece com um golden retriever menor, mas é uma raça própria e que pode ser distinguida pela mancha branca no peito.

O Toller chega a pesar cerca de vinte e cinco quilos, e é uma raça com bastante energia. A melhor maneira de fazê-lo gastar toda essa energia é nadando, já que a raça é ótima nadadora por natureza. A expectativa de vida de um Duck Tolling Retriever é de até catorze anos.

Cavalier King Charles Spaniel

Preço Médio: R$5,000*
País de Origem: Reino Unido

O Cavalier King Charles Spaniel tem origem no Reino Unido. É um cachorro pequeno, de acordo com o Kennel Club, e um CKCS raça pura pode custar milhares de dólares. O cão foi popular como um cachorro de colo durante os tempos medievais. A raça é amigável, conhecida por suas orelhas fofinhas, e exige bastante atenção de seus donos humanos.

O Cavalier King Charles Spaniels adora correr por aí. Eles podem ser pequenos, mas estão sempre prontos para brincar, então não tenha medo de estocar brinquedos e petiscos da Chewy ou da Petz. Esta raça, a décima nona mais popular nos Estados Unidos, deixou seus dias de cão de colo preguiçoso para trás.

Cão-lobo-checoslovaco

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: República Tcheca/Eslováquia

O Cão-lobo-checoslovaco é conhecido pela sua pelagem cinza-prateada e cinza-amarelada. A linhagem do cão data de 1955, quando foi criado em experimentos conduzidos pela Associação de Raças da União Soviética (da qual a Tchecoslováquia fazia parte). Apesar de parecer um lobo, o Cão-lobo na verdade é bastante amigável. A raça é relativamente rara, com apenas 340 indivíduos registrados na Eslováquia, Itália e alguns outros países.

Isso ajuda a explicar por que a raça é tão cara, chegando a custar até R$7.500. Apesar desses cães serem dóceis, o Cão-lobo-checoslovaco é ilegal em quarenta estados dos EUA, pois se enquadra no banimento de cruzamentos entre cães e lobos. Mesmo nos estados onde ela é permitida, algumas comarcas ainda possuem legislação proibindo os cães. Notícias sobre Cães-lobo ilegais aparecem de tempos em tempos na Fox e na CNN.

Tosa Inu

Preço Médio: R$11.000*
País de Origem: Japão

O Tosa Inu é originário de Tosa, Shikoku, onde infelizmente era criado apenas para servir de cão de briga, função para a qual ainda é usado no Japão até hoje. O Tosa Inu é banido de alguns países por conta deste histórico. É uma raça de cães altamente inteligentes, além de muito sensíveis e protetores de seus donos e crianças.

O Tosa Inu é um excelente cão de guarda, mas deve ser bem treinado desde cedo para evitar problemas de agressão e dominância. Ele chega a pesar cerca de 60 quilos e medir até 80 centímetros de altura. Sua expectativa de vida é de doze anos.

Lakeland Terrier

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Inglaterra

O Lakeland Terrier vem do distrito inglês de Lake. É um dos menores membros da família Terrier, e é hipoalergênico, com uma expectativa de vida de até dezesseis anos. O Terrier atinge até oito quilos e quarenta centímetros de altura, e é conhecido por sua pelagem bege ou preta.

Apesar de pequeno, este Terrier é um ótimo caçador. Foi criado para caçar raposas que matavam carneiros na época de cruzamento na Inglaterra. É uma raça altamente inteligente e que pode ser treinada. O Lakeland Terrier ama seus donos e adora um desafio.

Dobermann

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: Alemanha

O Dobermann é originário da Alemanha, e famoso pela sua pelagem de cor preta e ferrugem. Um cão de guarda talentoso, foi uma raça originalmente criada para esta função. O Dobermann existe desde 1890, sendo criado por Karl Dobermann, que trabalhava como coletor de impostos na Alemanha.

Este cão de focinho comprido possui expectativa de vida de treze anos, e apesar de seu tamanho médio (um macho chega a pesar até 45 quilos), é um cão gracioso e de pisada leve. Os Dobermanns são destemidos e muito, muito leais e protetores. Também são considerados uma das raças mais inteligentes de cães.

Dogue Alemão

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Alemanha

O Dogue Alemão é uma das maiores raças de cães do mundo. Inclusive, o cão que bateu o recorde de maior cão do mundo, Zeus, era um Dogue Alemão que media 112 centímetros das patas até os ombros. O tamanho comum para a raça é de cerca de 75 a 85 centímetros, então Zeus era uma exceção à regra.

O Dogue Alemão é conhecido por ser leal e reservado. Sua expectativa de vida é cerca de 10 anos. É um cão amigável, mas também muito protetor da sua família. Um fato curioso: Scooby-Doo, o amado cãozinho do desenho americano, é um Dogue Alemão.

Basset Hound

Preço Médio: R$9.000*
País de Origem: França

O Basset Hound, assim como o Dogue Alemão, também é um cão-detetive. Esta raça de pernas curtas possui um faro que só perde para o do Cão-de-santo-humberto. O Basset consegue encontrar qualquer coisa, e é uma das únicas raças de Basset reconhecidas na França. Este realmente é um cão farejador.

Esta raça adora um desafio, ainda que o Hound seja afetuoso e leal. Ele é muito cativante, e facilmente distinguível por suas pernas curtas e orelhas longas e caídas. Se tivesse pernas um pouco maiores, os Basset Hound faria companhia aos Cães-de-santo-humberto como cães de busca e resgate das forças policiais.

Lébrel Irlandês

Preço Médio: R$8.500*
País de Origem: Irlanda

A Lébrel Irlandês é uma das maiores raças de cães atualmente. Estes cães pacientes e respeitosos têm sua origem como cães de caça por visão na Irlanda. Você encontra referências à raça em literatura histórica, e sua presença e tamanho já inspiraram muitas histórias e lendas. Apesar de ter um passado como um cão de guerra, hoje o Lébrel é uma raça bastante calma.

O Lébrel Irlândes ainda gosta de caçar, e são oponentes formidáveis para suas presas. Chegam a pesar até 80 quilos e medir quase um metro de comprimento, fazendo com que fiquem face a face com raças como o Dogue Alemão.

Bull Terrier Miniatura

Preço Médio: R$8.000*
País de Origem: Inglaterra

Apesar da sua cabeça ter formato de ovo, o Bull Terrier Miniatura ainda é uma raça muito popular. Sua origem vem do Terrier Branco Inglês, uma raça extinta atualmente. Ele também possui ligações com ancestrais do Bulldog e do Dálmata. O Bull Terrier Miniatura chega a pesar quinze quilos e medir até sessenta centímetros de altura.

Um cão de temperamento sereno, mas muito brincalhão, esta é uma raça corajosa apesar de sua pequena estatura. A raça foi vista pela primeira vez em 1872, quando foi documentada por viajantes para o livro Os Cães da Ilha Britânica.

Kerry Blue Terrier

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: Inglaterra/Irlanda

O Kerry Blue Terrier é conhecido pela sua pelagem distinta, de tons de preto-azulado ou prata-azulado, com alguns exemplares em cor de ardósia. O Kerry Blue Terrier foi criado na Inglaterra e Irlanda para caçar “vermes” como ratos, raposas, lontras, lebres, texugos e coelhos que atacavam os suprimentos de comida e as criações de animais.

Depois, o Kerry Blue Terrier se tornou um cão de trabalho, arrebanhando ovelhas e gado, e como um cão de guarda. A raça chega a viver até quinze anos, e manteve sua disposição leal, obstinada e animada ao longo das décadas.

Landseer

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: Suíça

A raça Landseer é bastante confundida com a Terra-nova, e para completar a confusão, a Terra-nova também é apelidada de Landseer. Mas a Landseer é uma raça de cães preta e branca, que chega a pesar até 70 quilos e medir quase 80 centímetros de altura. O Landseer tem patas maiores que o Terra-nova.

A mandíbula do Landseer também é diferente–ela é menor e mais quadrada. Esta raça faz parte da família dos mastim, e foi originalmente criada como cão de trabalho. Ela ainda é uma parente muito próxima dos Terra-nova, e alguns canis a reconhecem apenas como um padrão de pelagem, e não uma raça propriamente.

Boiadeiro de Berna

Preço Médio: R$7.000*
País de Origem: Suíça

O Boiadeiro de Berna chega a pesar 50 quilos, e é originário da Suíça, embora a lenda diga que o primeiro par foi criado por Romanos que os levaram para a Suíça dois mil anos atrás. O Boiadeiro de Berna é um cão apropriado para os Alpes Suíços, e foram utilizados como cães de trabalho nas fazendas.

Eles pastoreavam gado, puxavam carros e também serviam como cães de guarda. Companheiros leais dos homens, fazem parte do conjunto de três tipos de Cães de Montanha Suíços. No entanto, apenas o Boiadeiro de Berna possui pelagem longa. Esta é uma raça conhecida por ser leal e afetuosa.

Ovelheiro-Inglês

Preço Médio: R$6.500*
País de Origem: Inglaterra

O Ovelheiro-Inglês é outra raça de cães que se parecem com ursos. Esta raça de grande porte chega a pesar 45 quilos e medir até sessenta centímetros. Estes cães são conhecidos como ovelheiros pois eram utilizados para pastorear ovelhas. São resultado de um cruzamento de raças mais antigas de cães de pastoreio, e se originaram na Inglaterra.

O Ovelheiro-Inglês ajudava fazendeiros a levar seu gado e ovelhas para os mercados. Hoje, é uma raça conhecida principalmente por sua pelagem desgrenhada em cinza e branco. É um cão sociável, muito adaptável e alegre. Chegam a viver até doze anos.

Yorkshire Terrier

Preço Médio: R$6.500*
País de Origem: Inglaterra

O Yorkshire Terrier (também chamado de Yorkie) é uma das menores raças inglesas de terrier. Geralmente, não chegam a pesar nem três quilos, com alguns exemplares menores pesando apenas dois quilos. O Yorkshire também atinge apenas vinte centímetros de altura, no máximo, e tem expectativa de vida de até dezesseis anos.

É a sexta raça de cachorros mais popular do mundo, com mais de 92 mil yorkshires registrados no mundo inteiro. E não deixe seu tamanho pequeno te enganar: a personalidade do Yorkie é marcante, e pode ser bastante teimosa e atrevida. O Yorkshire é muito protetor de seu dono, e tem muita confiança para um cãozinho tão pequeno.

Cão-Esquimó-Canadense

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Canadá

O Cão-Esquimó-Canadense também é chamado de Qimmiq/Qimmit, uma palavra Inuit. O Cão-Esquimó é um cão de trabalho, perfeito para regiões do Ártico por sua pelagem grossa. Machos chegam a pesar até 40 quilos, e medir 70 centímetros de altura. Apenas trezentos Cães-Esquimó-Canadenses de raça pura existem atualmente, o que explica o seu preço salgado.

Esta é uma raça inteligente, resistente e corajosa. Uma companhia leal para pessoas que trabalham em fazendas no norte do globo. É geneticamente idêntico ao Gronlandshund, originário de um lugar não muito distante do lar dos CEC.

Pastor-Alemão

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Alemanha

O Pastor-Alemão é o cão policial mais bem sucedido do mundo, sendo companheiros oficiais de departamentos de polícia por toda a América. O Pastor-Alemão é um ótimo cão policial porque é inteligente, facilmente treinado e muito alerta e protetor de seus donos. O Pastor-Alemão vive até treze anos.

Machos chegam a pesar 40 quilos e medir 65 centímetros. São a segunda raça mais popular de cães, baseado em registros, com mais de 130 mil exemplares registrados no mundo. O Pastor Alemão é utilizado no país para encontrar pessoas e contrabando. Este cão de trabalho também é utilizado no exército, assim como o Pastor-Belga.

Podengo Ibicenco

Preço Médio: R$5.500*
País de Origem: Espanha

O Podengo Ibicenco é originário de Ibiza, região da Espanha. É conhecido por seu porte alto, ágil e magricela. É um membro da família dos hound, e chega a pesar até trinta quilos. O tipo mais comum desta raça possui pelagem curta e macia, mas alguns podem ter a pelagem mais comprida. O Podengo Ibicenco tem expectativa de vida de até doze anos.

Esta raça existe há milhares de anos, e se originou com os povos nômades antigos, que a utilizavam para caçar coelhos ao longo da costa do Mar das Baleares. Até hoje, é uma raça altamente ativa e inteligente.

Collie

Preço Médio: R$9.000*
País de Origem: Escócia

O Collie é tão popular que tem até seu próprio filme: Lassie. O Collie é uma raça bastante distinta, com pelos desgrenhados, diversas cores e características de cão de pastoreio. Originária do norte da Inglaterra e da Escócia, este cão de porte médio chega a viver até catorze anos, e pesa cerca de vinte quilos.

Existem diversas raças de Collie (Border Collie, Rough Collie, etc.), mas todas são conhecidas por serem cães de trabalho. Se dão muito bem com famílias, mas mantém sua natureza de pastores. Se você tem filhos, verá seu Collie tentando arrebanhá-los (o que pode não ser tão ruim).

Pastor-Australiano

Preço Médio: R$4.500*
País de Origem: Estados Unidos

Apesar do nome, os Pastores-Australianos na verdade surgiram na Califórnia. Eles possuem ancestrais de raças europeias, então este canino de porte médio não possui quase nenhuma conexão com a Austrália. O Pastor-Australiano é um cão de fazenda, utilizado para arrebanhar e proteger os animais na Califórnia.

Com muitas cores, esta raça chega a pesar mais de trinta quilos. É um cão ativo, de natureza gentil e que ama passear. É conhecido por suas orelhas pintadas, e existe desde o século XIX. A raça possui uma pelagem grossa e macia, que a mantém quentinha enquanto trabalha no Velho Oeste.

Pastor-de-Shetland

Preço Médio: R$6.500*
País de Origem: Escócia

O Pastor-de-Shetland, também conhecido como Sheltie, era originalmente chamado de Collie de Shetland, o que gerava revolta entre os criadores de Rough Collies. Por isso, tiveram seu nome alterado para Pastor-de-Shetland. Esta raça é originária das Ilhas Shetland, na Escócia, e foi criada como uma raça de cães de trabalho, para arrebanhar criações.

Com o tempo, desenvolveu uma pelagem grossa e fofinha, que a confere proteção nas remotas, ásperas e ventosas Ilhas Shetland. O Sheltie se parece com um Collie, porém menor, com machos pesando apenas doze quilos e medindo quarenta centímetros de altura. São cães ativos e conhecidos por sua inteligência quase-humana, o que os torna altamente treináveis.

Pitbull Blue Nose

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Inglaterra

O Pitbull Blue Nose é um tipo especial de Pitbull. O UKC considera-o parte do grupo dos terrier. Ele é conhecido pela sua pelagem azul-prateada e suas feições marcantes, similares às do Boxer Blue Nose. Também existem versões Blue Nose de Cane Corso, Pastor Alemão e Dogue Alemão.

As feições marcantes de um Pitbull Blue Nose são causadas por um gene recessivo. Por isso, o Blue Nose é criado a partir de um grupo muito pequeno de cachorros, que permitem que a linhagem mantenha essas feições. A raça é bastante ativa, e machos chegam a atingir cinquenta centímetros de altura. A raça exige pouquíssima tosa.

Galgo Afegão

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Afeganistão

O Galgo Afegão também possui muitos outros nomes locais, como Tazi Spay e Sag-e Tazi. Ele é fácil de reconhecer graças ao seu pelo longo, espesso e sedoso e seu rabo com o conhecido formato circular. O cão foi criado no Afeganistão para sobreviver em suas montanhas gélidas. Sua pelagem vem nas cores preto, vermelha e, a mais conhecida, creme.

O Galgo Afegão chega a medir setenta e três centímetros de altura, e tem uma expectativa de vida de catorze anos. Ele manteve suas raízes de cão de trabalho, embora o Galgo Afegão seja um dos tipos de cachorro mais independentes e indiferentes que existe.

Welsh Corgi Pembroke

Preço Médio: R$11.000*
País de Origem: País de Gales

Originalmente de Pembrokeshire, País de Gales, o Welsh Corgi Pembroke é uma raça de pastoreio. É uma das duas raças sob o guarda-chuva do Welsh Corgi, junto com a Welsh Corgi Cardigan. Ambas são descendentes de cães do tipo spitz. O Corgi possui uma expectativa de vida de doze a quinze anos.

Machos chegam a pesar até catorze quilos; mas as fêmeas são um pouco menores, chegando a treze quilos. O Corgi é famoso pelas suas pernas curtas e orelhas pontudas e levantadas. Apesar de sua baixa estatura, o Corgi é uma raça muito tenaz, uma lembrança de seus dias de pastoreio em territórios galeses.

Labrador Retriever

Preço Médio: R$1.500*
País de Origem: Canadá

O Labrador Retriever é uma raça de grande porte de cães retriever, que pode vir nas cores preta, chocolate e dourada. O Lab, como é apelidado, chega a atingir sessenta centímetros de altura e pesar até trinta e seis quilos. São cães inteligentes e que se dão muito bem com famílias. Originários do Canadá, eram utilizados para recuperar caça abatida no ar.

Eles eram (e ainda são) muito treináveis. Afetuosos e com muita energia, são a raça de cão mais popular dos Estados Unidos, devido à sua natureza dócil e tranquila. Adoram correr por aí, e precisam de muita companhia.

Spaniel Anão Continental

Preço Médio: R$3.500*
País de Origem: França

O Papillon, que não deve ser confundido com o filme de ação do mesmo nome, também é conhecido como Spaniel Anão Continental. É uma das raças de spaniel mais antiga ainda existente hoje, e sua origem provavelmente é francesa. Outras histórias também dizem que a raça pode ser espanhola ou belga. O Papillon é um cão pequeno, e machos geralmente não passam dos cinco quilos.

O Spaniel Anão Continental é conhecido pelos seus pelos longos em forma de círculo nas orelhas e pelo seu rabo curvo. Suas orelhas são comparadas a asas de borboleta. Apesar de pequeno, o Papillon é bastante alerta, leal e tem muita energia.

Poodle

Preço Médio: R$4.500*
País de Origem: França

Conhecido por ser cachorro de madame, o Poodle na verdade se origina de uma raça alemã de cães de água, que ajudavam a caçar presas na água. Por isso, são ótimos nadadores. Este cão hipoalergênico pode vir em vários tamanhos: Toy, Miniatura, Padrão ou Médio, além de ter pelagem em um arco-íris de cores diferentes.

Esses cães são alertas, ativos e fáceis de treinar. Não apenas são descendentes de raças já extintas de cães de água, como também do Barbet. Talvez por isso a raça seja tão associada à França e não com a Alemanha.

Boiadeiro-Australiano

Preço Médio: R$2.500*
País de Origem: Austrália

Diferente do Pastor-Australiano, o Boiadeiro-Australiano realmente vem da Austrália. Ele foi criado para ser utilizado como cão de pastoreio, arreganhando o gado ao longo de um terreno difícil e a longas distâncias. Esta raça de tamanho médio possui duas cores principais: azul e vermelho. O Boiadeiro-Australiano é obediente e enérgico, muito protetor de sua família.

O Boiadeiro-Australiano chega a pesar vinte e dois quilos, e medir cinquenta centímetros de altura. É uma das raças de cães mais inteligentes que existem, além de uma das mais resistentes, apesar de sua estatura média. Boiadeiros-Australianos se dão bem com uma rotina de trabalho e muita companhia.

Beagle

Preço Médio: R$2.500*
País de Origem: Inglaterra

O Beagle é um tipo de cão de faro. Um dos menores do tipo sabujo, é distinguível pelas suas orelhas caídas e baixa estatura. Era utilizada para caçar lebres na Inglaterra, e similar em aparência a seu irmão maior, o Foxhound. O Beagle chega a pesar até dez quilos.

Essa raça não passa de quarenta centímetros de altura, e é uma raça determinada, calma e amigável, muito boa para famílias e muito dócil. Isso explica porque é a oitava raça de cachorro mais popular do mundo, com mais de 54 mil registros ao redor do globo.

Thai Ridgeback

Preço Médio: R$25.000*
País de Origem: Tailândia

O Thai Ridgeback é uma raça relativamente nova de cães no ocidente. Originária da Tailândia, é chamada de Mah Thai Lang Ahn em seu local de origem. A Ridgeback chega a atingir sessenta centímetros de altura e pesar até 25 quilos. Possui pelagem curta e preta, azulada, vermelha ou caramelo, e não é hipoalergênico.

O Thai Ridgeback foi incorporada como uma raça padrão há alguns anos, depois de ganhar notoriedade do ocidente. É um cão extremamente inteligente, protetor e bom para famílias como um cão de guarda.

Spinone Italiano

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Itália

O Spinone Italiano, como já diz seu nome, foi criado na Itália. Sua principal função era de cão de cobrança de caça. Era um cão versátil, que conseguia tanto caçar quanto recuperar presas. A raça ainda é uma raça de cães de caça, assim como os retrievers. O temperamento leal e alerta da raça são descritos por criadores desde 500 A.C.

Machos chegam a pesar 39 quilos, enquanto fêmeas chegam a 34. O Spinone Italiano tem expectativa de vida de até catorze anos, e sua pelagem é facilmente distinguível por ser desgrenhada. Ele possui as cores branca ou rajada.

Maltês

Preço Médio: R$50.000*
País de Origem: Malta

O Maltês é facilmente reconhecível por conta de sua pelagem longa, branca e sedosa. Esta raça tipo toy adorável chega a viver até quinze anos, e machos geralmente não excedem os quatro quilos. Sua altura é de, no máximo, vinte e dois centímetros. O Maltês é descendente de raças extintas de cães que viviam na bacia do mediterrâneo central.

As origens do Maltês são geralmente traçadas à Ilha de Malta, como o próprio nome já dá a entender. Apesar de sua pequena estatura, o Maltês é destemido e brincalhão. É um cão de colo muito afetuoso, que passou mais tempo nas cortes do que trabalhando durante os tempos medievais.

Pug

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: China

Esses cães icônicos e adoráveis são uma das raças mais amigáveis (e boas com crianças) que existem. Com olhos grandes, personalidade brincalhona, focinho amassado e cauda retorcida, sua fofura só não é maior que sua lealdade e apego emocional a seus donos.

A origem do Pug é chinesa, e eles serviram de companhia para imperadores, levando o caos por onde passaram nos palácios. Então, foram levados para a Holanda, como presentes diplomáticos, até se tornarem o cão oficial da Casa de Orange.

Staffordshire Bull Terrier

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: Inglaterra

Mais um integrante da família dos terriers, o Staffordshire Bull Terrier é um cão de pelagem curta, musculoso e de porte médio, inicialmente criado na Inglaterra em Staffordshire (de onde vem o seu nome). Ela chega a viver até catorze anos, e é uma raça bastante ativa e sociável. Machos chegam a medir 40 centímetros e pesar até 16 quilos.

O Staffordshire Bull Terrier existe desde o século XIX. Na época, rinha de cães era uma prática legalizada e socialmente aceita na Grã-Bretanha, e esses terriers eram criados como cães de briga por serem pequenos e rápidos. Hoje, esses dias ficaram para trás, e um Staffbull bem criado é uma ótima companhia.

Yorkshire Terrier

Preço Médio: R$35.000*
País de Origem: Inglaterra

O Yorkshire Terrier, também conhecido como Yorkie, é uma raça pequena, corajosa e inteligente, que chega a pesar no máximo três quilos, o que atrapalha a sua braveza. O Yorkie foi criado na Inglaterra no século XIX, em Yorkshire, de onde deriva seu nome. É uma raça conhecida pela sua pelagem longa e sedosa.

Essa raça é a sexta mais registrada no mundo, e possui uma longa expectativa de vida, que chega a atingir dezesseis anos. Tiveram papel importante no desenvolvimento de outras raças do seu grupo, como o Silky Terrier, seu irmão de mães diferentes.

Pinscher Alemão

Preço Médio: R$25.000*
País de Origem: Alemanha

Não confunda o Pinscher Alemão com o Dobermann; apesar de serem descendentes da mesma linhagem, o Pinscher Alemão é bastante diferente. Este cão de trabalho é ativo, leal e inteligente, e costuma ter as cores preta, marrom, vermelha, caramelo ou azul. De tamanho médio, chega a pesar 20 quilos e atingir 50 centímetros de altura.

Seus antepassados não são apenas os mesmos que os do Dobermann, mas também que os do Pinscher Miniatura, Rottweiler e Schnauzer. É uma raça relativamente nova, reconhecida apenas em 2003 pelo American Kennel Club.

Puli

Preço Médio: R$22.500*
País de Origem: Hungria

A Puli (Plural: Pulik) é uma pequena raça de cães de trabalho húngara. Este cão é utilizado para pastoreio, guarda e outras tarefas na fazenda. É um cão facilmente reconhecido pela sua pelagem, que é longa e enrolada, com algumas variações lembrando um pouco o estilo dreadlock.

O Puli é uma versão menor do Komondor, que por sua vez é uma versão maior desta raça de fazenda. Ele é hipoalergênico, com expectativa de vida de doze a dezesseis anos, além de ser ágil, leal e obediente. Machos chegam a pesar no máximo quinze quilos.

Chow Chow

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: China

O Chow Chow é conhecido como “Songshi Quan” na China, que significa “leão fofinho”. O Chow Chow não é hipoalergênico, e sua estrutura curta e musculosa é coberta de uma pelagem bastante vultosa. A raça chega a pesar mais de 30 quilos, e foi criada na China como um cão “para toda obra”, seja ela caça, guarda, proteção ou trabalhos em geral.

Se você gosta de cachorros inteligentes, talvez a raça não seja para você. Apesar de muito fofos e leais, Chow Chows aparecem constantemente na lista de cães mais difíceis de treinar e menos inteligentes. O que eles compensam sendo fofos e protetores. Criadores americanos podem ter dificuldade em criar um Chow Chow, já que eles são a raça mais banida dos Estados Unidos.

Saluki

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: Egito

A Saluki é uma das raças mais antigas desta lista. Seus ancestrais diretos são os lebreiros. Lebreiros são cães especiais, que caçam primariamente pela visão, e não pelo olfato. Lebreiros eram usados antes de cristo e têm origem no Crescente Fértil, caçando ao lado das tribos nômades da região.

Lebreiros foram um dos primeiros animais domesticados pelos humanos. E o Saluki atual é conhecido pelas suas habilidades de caça. Ele consegue correr a 60 quilômetros por hora. O Saluki é conhecido por ser desconfiado, quieto e reservado, com uma expectativa de vida de até catorze anos. Você pode achar que ele é muito magro em comparação com outros caninos, mas não se preocupe, já que esse é o normal para um cão desta raça.

Malamute do Alasca

Preço Médio: R$32.500*
País de Origem: Estados Unidos da América

O Malamute do Alasca é um cão de trabalho de grande porte, conhecido pela sua força e capacidade de resistir a condições difíceis e baixas temperaturas. Ele é forte o suficiente para puxar trenós e vagões de carga. Esta raça do ártico se parece com o Cão-Esquimó-Canadense, com o Gronlandshund e com o Samoieda.

O Malamute vive entre dez e doze anos, e machos podem chegar a pesar mais de quarenta quilos e atingir até sessenta e cinco centímetros de altura. São cães leais e companheiros, conhecidos pela sua pelagem cinza e branca ou preta e branca, além de seus rabos fofinhos e enrolados.

Barbet

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: França

O Barbet é originário da França, o que pesquisadores descobriram observando sua aparição em diversas obras de arte do século XVI. O nome Barbet vem da palavra francesa para barba, barbe. Ele é hipoalergênico e chega a viver até quinze anos, sendo originalmente um cão de água.

O Barbet é conhecido pela sua pelagem enrolada, de cor preta ou marrom. Machos atingem até 65 centímetros de altura, e pesam no máximo 28 quilos. O Barbet é um nadador nato, que se parece com um poodle gigante, e muito mais resistente. É uma das raças de cães mais inteligentes desta lista.

Sabujo-montanhês-da-baviera

Preço Médio: R$4.000*
País de Origem: Alemanha

Originário da Alemanha, o Sabujo-montanhês-da-baviera era utilizado para encontrar caça ferida desde o início do século XX. É um cão ágil e leal, geralmente de cor caramelo com extremidades pretas. O Sabujo-montanhês-da-baviera foi criado pelo cruzamento de um Farejador de Hanover com um Farejador da Bavária.

É um cão que se distingue mesmo dentre os farejadores, como seus primos de Hanover e da Bavária, pois é capaz de encontrar presas feridas. Machos chegam a pesar 25 quilos e atingir cinquenta centímetros de altura. Esta é uma raça reconhecida pelo American Kennel Club.

Setter Inglês

Preço Médio: R$6.500*
País de Origem: Inglaterra, País de Gales, Escócia

O Setter Inglês faz parte dos cães do grupo Setter, que inclui o Setter Irlandês, o Setter Gordon e o Irlandês Vermelho. Este cão é majoritariamente branco, brincalhão e afetuoso, originário da França, do País de Gales e da Inglaterra. Machos chegam a atingir quase 70 centímetros e pesar até trinta e cinco quilos. O Setter Inglês tem reputação de ser ótimo com crianças.

Antes do seu trabalho como cães babás, os Setter Ingleses eram utilizados como cães de busca de aves de caça. Eles possuem ótima memória e um faro melhor ainda. São uma raça ativa e enérgica, que exigem muito exercício e companhia para serem felizes.

Spitz Japonês

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: Japão

O pequeno, branco, e fofinho Spitz Japonês é um cão ativo, afetuoso e ótima companhia. Apesar de se parecer com o Samoieda, o Spitz na verdade é primo do Lulu-da-Pomerânia, seu parente menor. O Spitz chega a viver dezesseis anos, e só possui a pelagem branca. Machos chegam a atingir quarenta centímetros de altura.

O Spitz surgiu há menos de 100 anos, mas se tornou popular por ser um cão de colo. Apesar de não ser hipoalergênico, o Spitz é muito bom com crianças, tendo um temperamento bastante parecido em alguns momentos.

Double Doodle

Preço Médio: R$9.500*
País de Origem: Estados Unidos

Apelidado de “Double Doodle”, esta raça não é de pedigree puro. Ela é um cruzamento entre um Labradoodle e o Goldendoodle. Um Double Doodle também pode ser criado pelo cruzamento de um Golden Retriever, um Poodle ou um Labrador Retriever. Esta raça é inteligente, dócil, enérgica e fofinha!

Talvez você reconheça a raça pelos seus outros nomes, como Golden Labradoodle ou Retriever Norte Americano. Esta raça, apesar de fofinha, solta poucos pelos. Ela também adora brincar de pegar, então se você não for uma pessoa com energia para brincar com ele por horas, talvez um Double Doodle não seja para você.

Pastor-do-cáucaso

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Geórgia

As origens dos cães de pastoreio datam de milhares de anos nas montanhas do Cáucaso, com cães pastores cuidando de rebanhos desde os tempos antigos. O Pastor-do-cáucaso é um cão grande, que chega a pesar mais de 100 quilos (fêmeas chegam a pesar 85 quilos), chegando a alcançar até o gigante São Bernardo. Esse cão vive até 12 anos.

Como o Clube de Cães da América já disse, esta não é uma raça “a ser subestimada”, devido à sua natureza protetora e destemida. Alguns criadores no YouTube alegam que um Pastor-do-cáucaso pode chegar a matar um lobo. O que provavelmente é verdade, mas é melhor deixar o seu cãozinho longe de confrontos e outros perigos, já que esse não é um cão que vai fugir da briga.

Basenji

Preço Médio: R$4.000*
País de Origem: Região da África Central

Basenjis são de uma raça descendente de cães de trabalho da África Central. Ela é parte do grupo dos cães de caça por visão, de acordo com os mais diversos canis ao redor do mundo. Hipoalergênica, é uma raça conhecida por ser muito inteligente, mas difícil de treinar. Pode ser reconhecida pela sua cara enrugada e seu rabo enrolado.

Sua característica mais única é sua voz: Esta raça não late, e por isso também foi apelidada de “cão que não ladra”. No lugar disso, quando a raça fica excitada, emite um som que mais se parece com um canto. Machos chegam a atingir mais de quarenta centímetros de altura, e a pesar cerca de doze quilos. As fêmeas crescem um pouco menos, com trinta e cinco centímetros e onze quilos, em média.

Eurasier

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Alemanha

O Eurasier faz parte da família dos Spitz, originária da Alemanha. É uma ótima companhia por conta de seu temperamento tranquilo, calmo e reservado. Machos chegam a medir mais de 60 centímetros de altura, com as fêmeas sendo cerca de cinco centímetros menores. Cães Eurasier formam relacionamentos fortes com suas famílias, e são geralmente fáceis de treinar.

Originalmente apelidados de “Lobo Chow”, por conta de seu focinho de lobo e seu corpo semelhante ao do Chow Chow. A raça foi renomeada posteriormente como Eurasier, quando foi reconhecida pelos canis ao redor do mundo.

Cão da Serra da Estrela

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Portugal

O Cão da Serra da Estrela é uma raça de grande porte. Machos chegam a pesar até 50 quilos e atingir mais de 70 centímetros de altura. Geralmente, são amarelos, fulvos, cinzas ou rajados, e vivem entre dez e doze anos. Esse cães não-hipoalergênicos têm origem nas montanhas portuguesas; especificamente, são das Montanhas Estrela.

Este cão foi originalmente criado como cão de guarda, protegendo casas e rebanhos de intrusos, animais grandes, invasores e basicamente qualquer um que não fosse convidado. Como resultado, são cães muito espertos e leais. Eles também são alertas e muito protetores de seus entes queridos.

Bearded Collie

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Escócia

A raça de porte médio Bearded Collie, também conhecida como Beardie, é uma raça de cães pastores usada principalmente por pastores de ovelha na Escócia – mas hoje em dia, é um cão popular entre as famílias. Pesam no máximo vinte e sete quilos.

O Beardie era utilizado para arrebanhar animais, mas hoje em dia se aposentou e serve principalmente como cão de companhia.
No entanto, não se surpreenda se o cão começar a tentar arrebanhar seus filhos. Velhos hábitos demoram para morrer. O Beardie é muito inteligente e ativo, e costuma vir com pelagem cinza e branca. Esta raça vive entre doze e catorze anos.

Keeshond

Preço Médio: R$20.000*
País de Origem: Holanda

Esta raça de porte médio é brincalhona e alegre. O Keeshond costuma ter pelagem preta ou prateada, com seu icônico rabo curvado, pelo qual é mais conhecido. Suas origens remontam à Holanda, e a raça é muito próxima dos Spitz alemães, além de ser parente também do Lulu da Pomerânia. O Keeshond vive por até quinze anos.

O peso médio de um Keeshond é entre 14 e 18 quilos. A altura média de um adulto grande é entre 43 e 46 centímetros. Esses cães foram feitos para climas frios, e sua pelagem é um casaco de duas camadas.

Shiba Inu

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: Japão

O Shiba Inu é um cão de caça de porte médio originário do Japão. Faz parte do grupo de seis raças de cães spitz nativas do Japão, e o Shiba é a menor de todas essas raças. A expectativa de vida do Shiba é entre doze e quinze anos, e machos podem pesar até 10 quilos e atingir mais de 40 centímetros de altura.

O Shiba Inu é destemido e corajoso. Apesar de poder ser teimoso e difícil de treinar, o Shiba é muito fiel e leal à sua família, sendo uma raça perfeita para terrenos montanhosos e condições climáticas difíceis.

Komondor

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Hungria

Originário da Hungria, o Komondor é uma raça de cães de grande porte. Machos chegam a pesar até 60 quilos, e eles possuem uma pelagem branca e acordoada. O Komondor não é hipoalergênico, e possui expectativa de vida de dez a doze anos. Destemida e afetuosa, essa raça também é chamada de “cão esfregão” por conta da sua pelagem.

Esses cães tinham a função de proteger rebanhos de animais e invasores. Embora os Komondors sejam conhecidos pela sua pelagem enrolada, alguns donos preferem não fazer isso, já que fazer os “dreads” do cachorro dão um belo trabalho. Tudo vai depender de cada cãozinho.

Pequinês

Preço Médio: R$3.000*
País de Origem: China

Pequineses são cães tipo toy que, assim como o Shih Tzu, têm origem chinesa. Esses cães são fofinhos, e pesam no máximo seis quilos, com altura entre quinze e vinte e dois centímetros. Seu nome traduzido para o português significa cão leão, o que é bastante apropriado, já que sua pelagem lembra uma juba de leão.

O Pequinês é pequeno, mas também cheio de personalidade. Ele vai latir se estiver descontente com você, e é teimoso, agressivo, e prefere ser o chefe da casa, mesmo que ele não seja realmente. O Pequinês existe há mais de mil anos.

Terrier Pelado Americano

Preço Médio: R$9.000*
País de Origem: Estados Unidos

O Terrier Pelado Americano tem sua origem em Louisiana, nos Estados Unidos. Esta raça é uma derivação do Terrier Rateiro, e a origem da raça pode ser traçada até um único Terrier Rateiro específico, nascido em 1972. Devido à uma anomalia genética, os bebês deste Terrier Rateiro nasceram todos sem pelo. E assim surgiu esta raça.

O Terrier Pelado Americano vive entre catorze e dezesseis anos, e pesa entre 3 e 11 kgs, dependendo do cruzamento – se é que foi cruzado com outras raças. O esquema de cores inclui o rosa e o cinza, preto, dourado ou vermelho.

Pastor-de-Beauce

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: França

O Pastor-de-Beauce é originário da França – especificamente, suas origens remontam aos planaltos franceses centrais. O cão também é conhecido por Bas Rouge ou Beauceron. Esta raça de pastoreio é destemida, inteligente e muito protetora. Se socializada corretamente, será calma e amigável, mas sem perder seu instinto de proteção.

Machos pesam entre 32 e 44 quilos, enquanto fêmeas flutuam entre 29 e 39 quilos. A altura média de um Beauceron é de 67 centímetros para ambos os sexos, embora machos tenham maior propensão a atingir alturas maiores, como 70 centímetros. Beaucerons vivem entre dez e doze anos.

Griffon Azul da Gasconha

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: França

O Griffon Azul da Gasconha (em francês, Griffon Bleu de Gascogne), é uma raça de cães de faro originária da França. Este cão é versátil, e utilizado para caçar presas de todos os tamanhos, pequenas ou grandes, em conjunto ou como caçadores individuais. O Griffon Azul da Gasconha é conhecido pela sua pelagem desgrenhada e áspera.

Esta raça possui um excelente olfato, e também consegue latir bastante alto (necessário para cães de caça alertarem os caçadores sobre as presas). Esses cães são muito ativos, e precisam de bastante espaço para correr por aí.

Borzoi

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: Rússia/Belarus

Este cão de caça por olhar russo se chama Borzoi, e também é apelidado de “Cão-lobo Russo”. O borzoi é descendente de uma raça levada à Rússia e Belarus de outros países asiáticos. Ele é parecido com um Galgo Inglês, e possui pelagem nas cores branca, preta, rajada, creme, vermelha e fulva.

Borzois fêmeas pesam entre 24 e 39 quilos, enquanto os machos chegam a atingir entre 34 e 45 quilos. Esses cães têm expectativa de vida de sete a dez anos, e sua altura média é entre 67 e 85 centímetros. O Borzoi costuma ser um gigante gentil, no que diz respeito à sua personalidade.

Curly Coated Retriever

Preço Médio: R$7.500*
País de Origem: Reino Unido/Inglaterra

O Curly Coated Retriever se parece com o cruzamento entre um retriever e um poodle, mas é uma raça bastante distinta. Como evidenciado pelo nome, sua característica mais conhecida é sua pelagem enrolada, que pode vir nas cores preta ou chocolate. O Curly Coated Retriever tem uma expectativa de vida entre nove e catorze anos.

A raça é originária do Reino Unido, com alguns genealogistas traçando sua origem mais precisa como a Inglaterra em particular. O Curly Coated Retriever mede entre 63-68 centímetros, e tem uma personalidade inteligente, ativa, esperta e treinável. Esta raça foi originalmente criada para pegar aves aquáticas e de planaltos.

Dandie Dinmont Terrier

Preço Médio: R$7.000*
País de Origem: Escócia

O Dandie Dinmont Terrier é uma raça de cães de pequeno porte, com origem na Escócia. Machos pesam entre oito e dez quilos, fazendo com que tenham um tamanho semelhante ao de um gato grande. A raça se distingue pelo formato do seu corpo: tronco alongado e pernas curtas.

Você pode reconhecer um Dandie Dinmont Terrier pelo seu topete no alto da cabeça. O Dandie Dinmont Terrier possui pelagem áspera, em duas cores possíveis: mostarda e pimenta. O temperamento desta raça é afetuoso e enérgico, sendo uma raça mais apropriada para casas com crianças mais velhas ou composta apenas de adultos.

Spaniel Bretão

Preço Médio: R$31.500*
País de Origem: França

O Spaniel Bretão já foi chamado de “o melhor cão de caça existente”. Também conhecido como Brittany, a raça é uma raça de cães de caça, criada especialmente para caçar pássaros. Apesar de ser comumente agrupada com outros spaniels, suas características são mais similares às de cães ponteiro e setter. O Brittany tem uma expectativa de vida de catorze a quinze anos.

A raça possui uma variedade de cores, incluindo ruão, malhado e tricolor. Alguns podem nascer até com a pelagem preta e branca, ou laranja e branca. A altura média de um Spaniel Bretão é entre quarenta e cinco e cinquenta centímetros, com machos e fêmeas pesando entre treze e dezoito quilos.

Schnauzer Gigante

Preço Médio: R$27.500*
País de Origem: Alemanha

O Schnauzer Gigante pode traçar suas origens à Alemanha do século dezessete, onde foi criado como um cão de trabalho. Das três raças de Schnauzer (padrão, miniatura e gigante), o Schnauzer Gigante é a maior delas. Sua expectativa de vida é de doze a quinze anos, e esta é uma raça hipoalergênica, com pelagem nas cores preta, ou cinza e branca.

O Schnauzer Gigante chega à altura de sessenta centímetros, tanto machos quanto fêmeas. Ele possui uma personalidade inteligente, obstinada e poderosa, e é um cão familiar muito leal. Esta raça em especial precisa ser socializada desde jovem.

Hovawart

Preço Médio: R$6.000*
País de Origem: Alemanha

O Hovawart tem esse nome peculiar pois ele é uma combinação de palavras do alemão medieval. As palavras “hova” e “wart”, combinadas, significam “guarda da fazenda”, o que é apropriado, já que esta raça de grande porte foi criada como um cão de trabalho. Hovawart machos atingem 63-71 centímetros de altura.

Hovawart machos também chegam a pesar entre 24 e 39 quilos, com as fêmeas na mesma faixa de peso. Sua pelagem pode ser preta, dourada, ou uma combinação dos dois. O Hovawart é um cão de personalidade tranquila, mas ativa. Machos não-castrados são mais difíceis de lidar, e a raça como um todo exige um treinamento firme.

Spaniel Japonês

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: Japão

O Spaniel Japonês também é conhecido como Chin, e a origem da raça remonta à sua função como cães de colo para a nobreza japonesa. Eles não evoluíram muito desde então, preferindo ficar no colo das pessoas o dia todo. Sua personagem é conhecida por ser “como a de um gato”. São cães inteligentes, leais e independentes.

O Spaniel Japonês é uma raça do tipo toy, pesando entre um quilo e meio e sete quilos. A expectativa de vida de um deles é de doze a catorze anos, e ele não é hipoalergênico. O Spaniel Japonês é reconhecido pelo estrabismo nos olhos, ou seja, por ser vesgo!

Lhasa Apso

Preço Médio: R$3.000*
País de Origem: Tibet

O Lhasa Apso é um membro do grupo dos cães não-esportivos, e é um cão muito importante no Tibet. “Lhasa” é a capital do Tibet, e “apso” também é uma palavra de origem tibetana. Esses cães hipoalergênicos foram criados como sentinelas internos dos monastérios budistas. Sua tarefa era alertar os monges sobre intrusos tentando invadir sua casa sagrada.

O Lhasa Apso tem uma expectativa de vida de doze a catorze anos e, apesar de sua baixa estatura, é destemido e assertivo. O Lhasa Apso pesa entre 6 e 8 quilos quando machos, e as fêmeas pesam ligeiramente menos.

Pequeno Cão Holandês

Preço Médio: R$4.000*
País de Origem: Holanda

O Pequeno Cão Holandês, como diz o nome, tem sua origem na Holanda, onde foi criado para um tipo específico de pastoreio. Este cão de trabalho tinha a tarefa de atrair patos para gaiolas (chamadas de eendenkooi), onde seriam capturados como comida. Supostamente, patos são fáceis de enganar, fazendo do trabalho do Pequeno Cão Holandês muito importante para os caçadores.

O Pequeno Cão Holandês pesa entre nove e onze quilos, com uma altura de trinta e cinco a quarenta centímetros. Sua coloração é vermelha e branca, e eles têm uma expectativa de vida de doze a catorze anos. O Pequeno Cão Holandês é ativo, alerta, e uma raça particularmente territorial de cães.

Kishu

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Japão

O Kishu é uma rara raça de cães japonesa, também conhecida como Kishu Ken ou Kishu Inu. Esses cães de caça spitz têm origem na província de Kii, uma das regiões mais antigas do Japão. O Kishu tem tamanho e características similares às raças Kai Ken, Shikoku e Hokkaido, também japonesas.

O Kishu pode ter pelagem branca, caramelo, rajada e vermelha. Machos atingem entre quarenta e oito e cinquenta e cinco centímetros de altura, e as fêmeas crescem entre quarenta e três e quarenta e oito centímetros. Ambos os sexos pesam entre treze e vinte e sete quilos. Essa raça é bastante leal e alerta, apesar de ser bastante dócil.

Schipperke

Preço Médio: R$3.500*
País de Origem: Bélgica

Se você possui roedores em casa ou na sua propriedade e quer se livrar deles, o Schipperke é a raça perfeita para cuidar deste trabalho. Esses cães foram criados na Bélgica com a única função de caçar roedores. A classificação de raça do Schipperke é debatível, com algumas pessoas acreditando que ele pertence à categoria dos spitz, enquanto outros categorizam-no como um sheepdog miniatura.

O Schipperke atinge entre vinte e cinco e trinta e três centímetros de altura, e ambos os sexos pesam entre 3 e 9 quilos. O cão não é hipoalergênico, e suas pelagens mais comuns possuem as cores preta, marrom, creme e chocolate.

Silky Terrier

Preço Médio: R$3.000*
País de Origem: Austrália

O Silky Terrier, cujo nome completo é Silky Terrier Australiano, é uma raça de cães de pequeno porte, com uma expectativa de vida de doze a quinze anos. Esta raça foi desenvolvida na Austrália, como sugere seu nome, mas suas origens ancestrais remetem à Grã-Bretanha.

Os parentes mais próximos desta raça são o Yorkshire e o Terrier Australiano. Esses cães hipoalergênicos medem entre 22 e 25 centímetros, independente do sexo. Sua pelagem pode ser preta e marrom, ou marrom e azul, cinza, prata ou preto-prateado. Em geral, o temperamento desta raça é alerta, responsivo e muito curioso.

Braco Húngaro de Pelo Curto

Preço Médio: R$9.000*
País de Origem: Hungria

O Braco Húngaro de Pelo Curto, criado na Hungria, também é conhecido como Vizsla. Essa raça de cães esportivos são companhias leais, com personalidade afetuosa, fiel e enérgica. Machos pesam de 20 a 30 quilos, enquanto as fêmeas ficam entre 18 e 25 quilos. Machos e fêmeas chegam a medir sessenta centímetros de altura.

O Vizsla pertence oficialmente ao Grupo FCI 7. Ele possui pelagem de várias colorações, incluindo dourada, ferrugem e vermelha. O Vizsla é de tamanho médio, uma das características mais atraentes da raça, além de sua grande personalidade. É um favorito dos fãs em shows de cães ao redor do mundo.

Whippet

Preço Médio: R$12.500*
País de Origem: Inglaterra

O Whippet é originário da Inglaterra. Eles são descendentes diretos dos Galgos Ingleses, e por isso se parecem tanto com eles. Esses cães de tamanho médio são classificados como cães de caça por visão, e conhecidos por ser uma raça extremamente saudável, com poucos problemas de saúde exceto por arritmia (batidas irregulares do coração).

O Whippet foi uma raça criada para caça, mas também pode ser utilizado como cão de corrida. Eles vivem entre doze e quinze anos, e pesam entre sete e catorze quilos, e chegam a medir pouco menos de sessenta centímetros. Seu temperamento pode ser descrito como afetuoso, inteligente e amigável, apesar dos cãezinhos serem um pouco tímidos no começo.

Wheaten Terrier

Preço Médio: R$10.000*
País de Origem: Irlanda

O Wheaten Terrier é um terrier de pelagem macia que vem diretamente da Irlanda. Ele possui uma de duas pelagens: Pesada ou Irlandesa. O de pelagem irlandesa costuma ser mais sedoso e de pelos ondulados, enquanto o de pelagem pesada, também conhecida como pelagem “americana”, tem pelos mais cheios e grossos. Essa raça é hipoalergênica.

O Wheaten Terrier foi criado para trabalhar e caçar. Machos pesam entre dezesseis e dezoito quilos, enquanto as fêmeas pesam entre treze e dezesseis quilos. O tamanho médio para machos e fêmeas é de quarenta e cinco centímetros. O Wheaten Terrier é um cão afetuoso, animado e brincalhão, que vive entre doze e quinze anos.

Sloughi

Preço Médio: R$5.000*
País de Origem: África do Norte

O Sloughi é uma das raças mais antigas desta lista. Este cão também é conhecido como Galgo da Arábia, e é utilizado para caças no deserto, com presas que incluem raposas, lebres, gazelas, porcos selvagens e chacais. Ele é originário do norte da África, mas é encontrado principalmente no Marrocos atualmente.

Estes cães atléticos possuem pelos curtos, apesar de não serem hipoalergênicos. O Sloughi é uma raça inteligente e alerta, apesar de também ser muito sensível e reservada no começo. Suas cores mais comuns incluem o fulvo e o areia, apesar de padrões pretos e tigrados também serem comuns.

Sato

Preço Médio: R$1.250*
País de Origem: Porto Rico

O Sato é mais um tipo de cachorro (em vez de uma raça classificada de verdade). O nome “Sato” vem da gíria de Porto Rico que significa “vira-lata”. O Sato é uma raça misturada que costuma ter tamanho pequeno a médio. Eles possuem orelhas grandes e pernas curtas.

O motivo do Sato ter sua própria categoria, em vez de ser considerado um cão sem raça definida, é que sua aparência é muito comum e particular à este vira-lata. Cães Sato são afetuosos e amorosos, e grupos de direitos dos animais relatam que eles costumam ser vítimas de negligência por não parecerem ser “de raça”.

Cão-de-Canaã

Preço Médio: R$7.500-R$12.500*
País de Origem: Oriente Médio

Descrito por algumas pessoas como “Cão Pária”, o Cão-de-Canaã foi criado pelos Hebreus durante os tempos bíblicos. O Canaã protegia os rebanhos e acampamentos, e alguns cães da raça são usados para esses fins até hoje pelos drusas e beduínos na terra sagrada moderna! O Canaã é nativo do Oriente Médio, e uma raça mais comum em Israel.

Esta raça prospera em ambientes desérticos. O Cão-de-Canaã é conhecido por ser desconfiado e vigilante com estranhos, apesar de ser amigável e leal à sua família. Além de Israel, essa raça também é encontrada no Iraque, Egito, Síria, Jordão, Líbano e ao longo da Península do Sinai.

Malinois Belga Preto

Preço Médio: R$17.500*
País de Origem: Bélgica

O Malinois Belga é uma raça de cão muito popular por conta de sua inteligência, força e energia. Por isso, a polícia costuma ter um Malinois nas suas equipes caninas, então você sempre os vê quando estão “trabalhando” com seus colegas humanos.

Mas mesmo que a raça não seja das mais raras, um Malinois Belga com a pelagem preta é bem incomum. Inclusive, canis sequer reconhecem os Malinois Belgas pretos como uma raça pura, então poucas pessoas cruzam para obter a pelagem. Por isso, seus preços costumam ser bem altos.

Fonte: investing

Essas São As Maiores Potências Militares Do Mundo

Maiores Potências Militares

A forças armadas de um país são altamente organizadas, fortemente armadas e preparadas principalmente para a guerra ou defesa do Estado. E para determinar qual a maior potência militar, vários fatores são considerados, como por exemplo o número de soldados e a capacidade bélica, financeira e tecnológica da força terrestre, força naval e força aérea. Extraindo informações da Global Fire Power, The Credit Suisse Report e Nation Master via Desafio Mundial, esta lista permite organizar de maneira mais justa quais são as maiores potências militares do mundo.

Desse modo, continue lendo para descobrir quais são as forças armadas mais poderosas do mundo, e vamos torcer para que essas nações nunca as acione para um conflito global.

Avance em Próximo:

Ucrânia



Com uma população de 44,2 milhões, a força militar da Ucrânia é impressionante por si só. O país abriga 1,2 milhão de militares, dos quais apenas 182.000 são militares ativos. O país mantinha um servidor de um milhão.

A Ucrânia possui uma divisão aérea ativa que inclui 188 caças, além de helicópteros de ataque, embarcações de transporte e veículos de treinamento. O apoio terrestre do país é muito maior, com foco em 3.784 tanques de combate e veículos blindados de combate, ao lado de artilharia rebocada e autopropulsada. A marinha do país é quase inexistente, com apenas um punhado de fragatas, embarcações de patrulha e navios de guerra contra minas e um único navio de guerra corveta. O orçamento militar para o país é de US$ 2,07 bilhões.

Suécia



A Suécia é um país neutro, com uma população de apenas 10 milhões de pessoas. Com o apoio de aliados em todo o mundo, o país não enfatizou ativamente suas forças armadas, com apenas 43.875 funcionários, dos quais 21.875 estão ativos nas forças armadas do país.

As forças armadas da Suécia são principalmente focadas no ar, com 138 aviões de combate e helicópteros de ataque apoiados por uma pequena quantidade de veículos de transporte aéreo. O país também possui um pequeno grupo de 160 tanques de combate e veículos blindados de combate, mas não é suportado por artilharia rebocada ou autopropulsada. A marinha da Suécia não inclui nenhum porta-aviões, mas o país opera uma divisão submarina com cinco submarinos. Também é destaque na marinha sueca nove corvetas. O orçamento das forças armadas da Suécia é de US$ 6,7 bilhões.


Grécia



Com uma população de menos de 11 milhões, a Grécia tem um exército surpreendentemente grande que inclui 413.750 membros, dos quais 161.500 servem nas forças armadas ativas do país.

Existem 308 aviões de caça e ataque na Grécia e o país opera 29 helicópteros de ataque ao lado de algumas aeronaves de transporte e treinadores. O apoio no solo é o foco principal das forças armadas da Grécia, que operam 1.244 tanques de guerra e um bom número de veículos blindados, projetores de artilharia e rebocadores automotores e rebocados. Apesar de sua proximidade com águas abertas, o país não opera nenhum porta-aviões, embora possua 11 submarinos que ajudam a proteger a região. O orçamento do país é de US$ 10,39 bilhões por ano.

Espanha



Há quase 49 milhões de pessoas vivendo na Espanha, mas este país amigo não construiu a força militar de alguns países com populações menores. Existem apenas 170.000 militares, dos quais 124.000 atuam em funções de tempo integral.

A Espanha possui uma pequena força aérea que possui 151 jatos de combate e ataque, além de seis helicópteros de ataque e aeronaves de transporte. O país também opera tanques de combate com o número 552, além de veículos blindados de combate e artilharia automotora e rebocada. Apesar de seu tamanho pequeno, o país também opera um porta-aviões, quatro submarinos e aeronaves de patrulha. Sua marinha também apresenta navios de guerra e fragatas. A Espanha gasta US$ 25,5 bilhões anualmente para manter sua máquina militar.

Canadá



Embora o Canadá seja consideravelmente maior que os Estados Unidos em termos de massa terrestre, o país possui apenas 1/10 da população. E dos 36 milhões de pessoas que vivem no Canadá, apenas 79.000 são militares ativos. Mas, apesar desses números, o Canadá está entre os militares mais fortes do mundo.

Além de ter 111.000 militares no total, eles têm aproximadamente 426 aeronaves, 181 tanques e quatro submarinos. Apesar de suas poderosas ferramentas e tecnologias, o Canadá adota uma abordagem pacífica. De fato, o país recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1988, em reconhecimento aos esforços ao longo dos anos para ajudar a restaurar a paz nos países devastados pela guerra. O orçamento militar anual do Canadá é de US$ 21 bilhões por ano.

Argélia



A Argélia possui uma população de pouco mais de 40 milhões de pessoas, com um exército de pouco menos de 800.000 pessoas. As forças armadas ativas do país são 420.000, com o restante do servidor militar em funções de reserva.

A Argélia é o lar de aviões de combate e 134 helicópteros de ataque. O país concentra grande parte de seus esforços em um apoio em terra, incluindo 1.105 tanques de combate, que são apoiados por veículos blindados de combate e apoio terra a terra e terra a ar. A Argélia não opera nenhum porta-aviões e se concentra em quatro submarinos e oito navios de guerra corveta. O orçamento militar do país é de US$ 4,99 bilhões por ano.


Arábia Saudita



Com uma população de pouco mais de 28 milhões, a Arábia Saudita oferece uma presença militar relativamente pequena, com 256.000 funcionários, dos quais 231.000 são militares ativos.

Para manter sua presença no Oriente Médio, o país opera 287 aviões de combate, a maioria dos quais adquiridos no complexo militar dos Estados Unidos. Helicópteros de ataque e aviões de combate estão entre as forças do país. 1.055 tanques de combate e veículos blindados adicionais são os principais mecanismos de força terrestre para os militares do país, embora também operem artilharia rebocada e autopropulsada. O exército da Arábia Saudita é praticamente inexistente, com apenas algumas embarcações de patrulha e quatro navios de guerra da corveta. A Arábia Saudita gasta US$ 39,2 bilhões em defesa a cada ano.


Brasil



O país do Brasil possui uma população de quase 206 milhões de pessoas, com um exército de reserva composto por 1,6 milhão de pessoas. As forças armadas dos países oferecem uma população ativa de apenas 335.000, comparativamente pequena, com base na população do país.

Embora o tamanho militar ativo no Brasil seja pequeno, o país abriga uma série de 224 aeronaves de combate que operam ao lado de 13 helicópteros de ataque e numerosas embarcações de transporte geral. O pessoal militar também é responsável por manter uma frota de 581 tanques de combate, veículos blindados de combate e projetores de foguetes. O Brasil mantém um único porta-aviões, sete submarinos e cinco navios de guerra corveta. Com uma força de trabalho de mais de 110 milhões, o país também é capaz de ampliar suas capacidades em tempo de guerra muito rapidamente. US$ 27 bilhões são gastos anualmente nas necessidades militares do Brasil.

Coréia do Norte



A Coréia do Norte tem uma presença militar de 6,4 milhões de pessoas, o que é incrivelmente grande para um país com uma população de 25 milhões. A qualquer momento, 945.000 militares ativos estão trabalhando para o governo norte-coreano.

As capacidades da Coréia do Norte continuam crescendo com a recente percepção de que o país desenvolveu capacidades nucleares. O país abriga 661 aviões de combate, e um punhado de helicópteros de ataque e outras formas de energia aérea. O país também opera 3.500 tanques de combate e utiliza artilharia autopropulsada e projetores de foguetes, entre outras tecnologias. A Coréia do Norte possui uma Marinha em crescimento, mas carece de tecnologia de porta-aviões, embora possua 13 fragatas e 70 submarinos. O orçamento anual do país é desconhecido, mas acredita-se que represente 22% do produto interno bruto (PIB) do país.

Austrália



Curiosidade: na década de 1930, os militares australianos travaram guerra contra a população de emu do oeste da Austrália e perderam. Mas, apesar desse constrangimento, a Austrália tem hoje um dos militares mais fortes do mundo.

A Austrália e os Estados Unidos são similares em tamanho, mas os militares da Austrália são comparativamente pequenos. De fato, o país tem apenas 58.000 membros ativos e mais 44.240 em reserva, além de 408 veículos aéreos, 59 tanques e 52 navios prontos para a batalha. Em muitas áreas, as forças armadas da Austrália são muito mais fracas do que outros países, mas, graças à aterrissagem de helicópteros e submarinos, obtém altos índices. US$ 26,9 bilhões são gastos nas forças armadas da Austrália todos os anos.


Irã



Há quase 83 milhões de pessoas vivendo no Irã e o país possui um exército relativamente grande, com 934.000 funcionários, dos quais 534.000 servem nas forças armadas ativas do país.

Nas últimas décadas, o Irã construiu um exército bastante robusto que inclui 407 aviões de combate, 100 helicópteros de ataque e aviões de treinamento. O país também abriga 2.895 tanques de combate, veículos blindados de combate e artilharia rebocada. Enquanto o Irã tem uma marinha ativa, o país carece de porta-aviões e conta com 28 submarinos, navios de guerra de minas, embarcações de patrulha e dois navios de guerra da corveta. Preocupações com o crescimento das forças armadas iranianas têm sido um tópico regular de discussão entre os líderes mundiais. O Irã gasta US$ 10 bilhões por ano em sua crescente força militar.

Tailândia



A Tailândia, anteriormente conhecida como Sião, é o 20º país mais populoso do mundo. Localizada no meio da península da Indochina, a Tailândia é dividida em várias pequenas ilhas, além de um grande número de províncias.

As forças armadas da Tailândia têm mais de 400.000 funcionários em período integral, além de milhares de reservistas, além de 772 tanques, 551 veículos de aeronaves e 81 embarcações marítimas. Nos últimos anos, as forças armadas da Tailândia participaram de várias missões internacionais de manutenção da paz, como o Iraque e Timor-Leste. O país também planeja enviar quase 1.000 soldados para ajudar os cidadãos no Darfur e no Sudão. A Tailândia gasta US$ 5,2 bilhões em suas despesas militares anuais.

Polônia



A Polônia foi o primeiro país a ser invadido pela Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. Após a Segunda Guerra Mundial, a Polônia estava em recuperação e muito determinada a não deixar a história se repetir.

Agora, a Polônia é uma das nações militares mais poderosas atualmente. O país tem 120.000 membros ativos em suas forças armadas e algumas 515.000 reservas adicionais. A Polônia também possui 1.009 tanques, 461 veículos aéreos e 83 embarcações navais. Para aumentar sua força, estão os quatro ramos que compõem o exército polonês: Marinha, Forças Especiais, Forças Terrestres e Força Aérea. O orçamento militar anual do país é de US$ 12 bilhões.

Vietnã

O Vietnã é um país enorme que abriga 95,2 milhões de pessoas. O pessoal militar ativo do país totaliza 5,5 milhões de pessoas, com quase 500.000 homens e mulheres ativos servindo nos vários ramos militares do país.

As Forças Armadas do país possuem um número estimado de 189 jatos e um punhado de helicópteros de ataque. O Vietnã também abriga 1.829 tanques de combate e veículos blindados de combate. A marinha dos países inclui oito submarinos, navios de guerra contra minas e cinco navios de guerra corveta. Participar de uma força de trabalho de quase 55 milhões de pessoas e a capacidade do país de escalar durante a guerra é impressionante. O orçamento militar do Vietnã é de US$ 6,2 bilhões.


Israel

Depois de 2.600 anos, Israel se tornou uma nação novamente em 14 de maio de 1948. Desde então, as tensões têm sido altas entre o pequeno país e as nações inimigas vizinhas. Por causa disso, Israel reforçou suas forças armadas e agora tem um dos militares mais fortes do mundo.

Embora pequeno, o exército do país é poderoso. Eles têm 160.000 membros ativos em suas forças armadas e 630.000 em reserva, juntamente com 691 veículos aéreos, 4.170 tanques e 66 navios. As Forças de Defesa de Israel exigem que homens e mulheres de 18 anos de idade sirvam e trabalhem para proteger as fronteiras e os cidadãos do país. Israel gasta US$ 16 bilhões por ano em suas forças armadas.

Indonésia



A Indonésia é uma nação insular situada entre os oceanos Pacífico e Índico e tem a distinção de ser o maior país insular do mundo, com uma cadeia de mais de 17.000 ilhas. O país tem mais de 258 milhões de habitantes e seus militares têm aproximadamente 476.000 soldados ativos e 400.000 soldados de reserva.

Os profissionais militares trabalham para combater o terrorismo, proteger as fronteiras do país e realizar a tarefa de paz mundial. Apesar de estar cercada por água, a Indonésia tem apenas dois submarinos, juntamente com seus 420 veículos aéreos, 171 navios e 468 tanques. O orçamento militar do país é de US$ 8,01 bilhões.

Paquistão



A República Islâmica do Paquistão possui uma das maiores forças militares da região. As forças armadas são compostas por 620.000 soldados ativos e 515.000 em reserva, juntamente com uma variedade de ferramentas e tecnologias, incluindo 923 veículos aéreos, 74 navios e 2.924 tanques.

O exército do Paquistão difere de outros exércitos do mundo de várias maneiras. As forças armadas paquistanesas pensam independentemente de seu governo, líderes e cidadãos, o que significa que ele essencialmente funciona como seu próprio país. As forças armadas paquistanesas também são o único país do mundo islâmico a ter uma mulher em uma posição de Major-General. O Paquistão gasta US$ 7,8 bilhões por ano em suas forças militares.


Coréia do Sul



Desde os tempos turbulentos da década de 1960, houve uma tensão entre a Coréia do Norte e o Sul. Esses países são conhecidos pela zona desmilitarizada, com soldados sempre em guarda. A principal ameaça à Coréia do Sul é a Coréia do Norte e esses dois países foram incluídos nas notícias nos últimos 7 meses. Há uma preocupação agora que parece que a Coréia do Norte é capaz de obter mísseis de longo alcance.

A situação da Coréia do Norte foi o que fez da Coréia do Sul uma potência militar. A Coréia do Sul tem 625.000 soldados ativos e 2.900.000 em reserva. Eles também têm 2.381 tanques, 166 navios e 1.451 ferramentas militares. O orçamento militar sul-coreano é de US$ 41,1 bilhões por ano.


Itália



A Itália é um dos países mais reconhecíveis em um mapa. Todos sabemos que a geografia da Itália é a de uma península e tem uma forma muito distinta que se parece com uma bota. A Itália fica no extremo sul do Mediterrâneo e tem uma fronteira no extremo norte com a França, Áustria, Eslovênia e Suíça. A Itália também tem outra nação dentro de suas fronteiras, conhecida como Cidade do Vaticano. A Cidade do Vaticano tem seus próprios militares separados.

As forças armadas da Itália são consideradas tão fortes em grande parte graças a seus porta-aviões, dos quais dois têm Itália com 320.000 soldados ativos e 42.000 em reserva. Eles também têm 174 navios, 586 tanques e 785 veículos de aeronaves. O orçamento militar anual da Itália é de US$ 38,2 bilhões.

Egito



As forças armadas do Egito são uma das maiores e mais antigas forças armadas do mundo, por isso não é de surpreender que também seja uma das mais fortes.

As forças armadas do Egito são compostas por mais de 470.000 soldados ativos e 800.000 em reserva. O país também inclui 245 veículos navais, 4.624 tanques e 1.133 aviões. Isso, juntamente com a ajuda financeira substancial dos Estados Unidos, ajudou o Egito a vencer inúmeras guerras e a proteger suas fronteiras nos últimos anos. O Egito paga US$ 5 bilhões em custos militares a cada ano.


Turquia


Localizada acima da nação do Líbano, a nação da Turquia é rica em história e em guerra. Hoje, o exército do país é um dos mais fortes do mundo. A Turquia esteve envolvida em combate nos últimos anos com a oposição síria e o Iraque, que continua até hoje. Seus militares são compostos por 410.500 soldados ativos e 185.630 em reserva. O país possui 1.007 veículos aéreos, 115 navios e 3.778 tanques.

A Turquia tem regras específicas sobre a adesão às forças armadas. A participação nas forças armadas é obrigatória para todos os homens turcos entre 20 e 41 anos, a menos que você seja deficiente ou mentalmente doente. Aqueles que desejam cursar a faculdade podem adiar seus serviços, mas ainda precisam concluir um programa militar após receberem seu diploma. Os custos militares da Turquia totalizam US$ 25 bilhões por ano.

Japão



O Japão é outra nação que viu seu quinhão de guerras. O país é conhecido por seu papel na Segunda Guerra Mundial. O Japão tem uma distinção de ter o que é conhecido como Força de Autodefesa. A Força de Autodefesa significa que o Japão pode combater qualquer nação, independentemente das circunstâncias.

As tensões são altas perto do Japão, uma vez que é pego no meio do conflito de armamento nuclear da Coréia do Norte. O Japão tem 250.000 soldados ativos e 57.900 em reserva. Eles também têm 131 navios, 1.590 veículos de ataque aéreo e 678 tanques. O Japão gasta US$ 51,4 bilhões por ano em suas necessidades militares.


Reino Unido



O exército britânico é um dos mais poderosos do mundo. Da Armada Espanhola à Luftwaffe nazista, ela existe há séculos para defender o reino de ameaças.

A Rainha Elizabeth II não serve apenas como Rainha do Reino Unido, mas também é a comandante em chefe da nação e tem o secretário de Estado da Defesa que a assessora em questões militares. Atualmente, o Reino Unido tem 150.000 soldados ativos e 182.000 em reserva. Além disso, eles também têm 879 veículos aéreos, 407 tanques e 66 embarcações navais. O orçamento militar do Reino Unido é de US$ 62,7 bilhões.

França



A nação da França está em guerra quase desde o início dos tempos. Eles estão envolvidos em quase todos os conflitos internacionais há vários milhares de anos. O país passou por algumas mudanças desde a Segunda Guerra Mundial, mas atualmente está de pé novamente e o faz há algum tempo.

Você pode procurar em quase todos os livros de história sobre a França e ver que ele esteve envolvido em inúmeras guerras. Às vezes, essas guerras deveriam se defender e, às vezes, tentavam conquistar outras nações. Atualmente, a França tem uma população de 66.553.766. Eles têm 205.000 soldados ativos e 195.770 em reserva. Eles têm 1.282 veículos aéreos, 113 navios e 423 tanques. A França gasta US$ 62,5 bilhões a cada ano para apoiar seus próprios esforços militares.

China


Com impressionantes 2,3 milhões de funcionários ativos e 1,2 milhão em reserva, a China possui as maiores forças armadas do mundo. A China também pode se orgulhar de ter um dos maiores orçamentos militares do mundo também em cima de 2.942 veículos aéreos, 9.150 tanques e 673 veículos navais.

A capacidade nuclear da China é mantida em segredo, mas estima-se que o país tenha até 260 ogivas nucleares e 50 mísseis de longo alcance – dois números que apenas aumentarão. A China gasta loucos US$ 166 bilhões por ano em suas forças armadas.

Rússia



As forças armadas da Rússia foram classificadas como as segundas mais poderosas do mundo. Somente nos últimos anos, a Rússia reforçou seus esforços militares, principalmente quando se trata de guerra nuclear. Acredita-se que a Rússia tenha mais de 7.300 armas nucleares, superando as 6.970 armas nucleares dos Estados Unidos. Embora pareçam poucas as chances de um conflito nuclear entre a Rússia e os Estados Unidos, os dois países continuam expandindo suas forças nucleares.

Quando se trata de massa terrestre, a Rússia é o maior país do mundo, abrangendo nove fusos horários – portanto, não é de surpreender que o exército russo tenha 766.055 membros ativos e 2.485.000 em reserva. Além das armas nucleares, as forças armadas do país têm inúmeras ferramentas e tecnologias poderosas, incluindo 3.547 veículos aéreos, 15.398 tanques e 352 navios. A segunda força militar russa custa US$ 93,76 bilhões para manter e crescer.


Os Estados Unidos da América



Pode não ser surpresa, mas os Estados Unidos da América são classificados como os militares mais fortes do mundo. Isso se deve em grande parte ao orçamento militar dos EUA, que é maior que o orçamento militar de qualquer outro país, com US $ 581 bilhões por ano. Em comparação, a China tem o segundo maior orçamento de gastos militares em US $ 155,6 bilhões por ano.

É claro que o investimento da América em ser a principal força militar do mundo está funcionando. Ferramentas avançadas e também um enorme orçamento para gastos com militares. Atualmente, os Estados Unidos têm uma população de 321.368.864. Os EUA têm 1.400.000 soldados ativos e 1.100.000 estão em reserva. Os EUA também têm 13.444 veículos, 8.848 tanques e 473 embarcações marítimas. Os Estados Unidos lideram o grupo com impressionantes US$ 682 bilhões gastos em suas forças armadas todos os anos.

Militares dos EUA em Guam


No meio do Pacífico, fica Guam, uma pequena ilha que é território dos EUA desde 1898. Os EUA têm uma base naval e uma base da força aérea na ilha e estão em uma posição estratégica para defender os EUA do continente de ataques de mísseis vindo da Ásia.

O líder norte-coreano Kim Jong Un está particularmente ameaçado pela presença militar dos EUA na ilha e expressou sua raiva em julho de 2017 quando os bombardeiros B-1 dos EUA decolaram de Guam e sobrevoaram a Coréia do Sul como uma demonstração de força. Enquanto Jong Un e o regime praticam o lançamento de seus mísseis balísticos, eles são constantemente lembrados de que os EUA podem chegar ao país por via aérea e marítima em uma resposta oportuna.

Fonte: desafiomundial

Essas são as raças de cachorro pequeno preferidos das Celebridades

Cachorros pequenos preferidos das Celebridades

Cachorro pequeno - Bichon frise

As raças de cachorro pequeno são as preferidas de muitas pessoas, principalmente pelas celebridades. Esses cãezinhos podem viver felizes em qualquer espaço por causa de seu tamanho, sendo com isso ideais até para pessoas que vivem em lugares pequenos.

Mas é claro que esses cães podem se adaptar a lugares de qualquer tamanho, até porque, as raças de cães pequenos também precisam de exercícios. Inclusive, algumas raças foram desenvolvidas para caçar presas por exemplo. De qualquer modo, temos nessa lista cachorros das mais diversas personalidades, mas o algo incomum é que eles são muito fofos e por isso tem a vantagem de ser mais atraentes para serem adquiridos.

Confira portanto esses lindos e fofinhos cachorros de porte pequeno que você vai amar.

Avance em Próximo:

Havanese

Cachorro pequeno - Havanese

O Havanese é um cachorro da família canina Bichon e considerado o cão nacional de Cuba. O seu desenvolvimento surgiu a partir do já extinto Blanquito de la Habana ou cachorrinho branco de Havana. Sua pelagem é extensa e sedosa, com tipos de todas as cores. Tem como principal característica o seu andar elástico, que nesse sentido o diferencia de todas as outras raças de cachorro pequeno.

Norwich Terrier

Cachorro pequeno - Norwich Terrier

O amigável Norwich terrier é uma raça de cachorro pequeno nativo do Reino Unido e era treinado para caçar pequenos roedores. Existiam até competições para quem matava mais ratos em menos tempo. Ele é um cão raro devido a ninhada ser muito reduzida e também por causa da necessidade comum de cesarianas.

Papillon

Cachorro pequeno - Papillon

O Papilon é uma variante do Spaniel anão continental, um cão inteligente e de fácil adestramento, sendo ainda brincalhão e energético. Esse cachorro de porte pequeno tem como uma das principais características as suas orelhas erguidas e franjadas em formato de borboleta. Diferente da outra variante chamada Phalène, que tem suas orelhas caídas podendo aparecer na mesma ninhada que o Papilon.

Cavalier King Charles Spaniel

Cachorro pequeno - Cavalier King Charles Spaniel

Esse raça de cachorro de pelagem sedosa e lisa é muito paciente e brincalhona, sendo bons com crianças e outros cães. Inclusive tem facilidade para conviver com cães maiores. É um cachorro ótimo para a família, pois gosta muito de interagir com humanos, além de ter uma característica dócil e gentil.

Cairn Terrier 

Cachorro pequeno - Cairn Terrier 

O Cairn terrier tem origem dos primeiros cães de trabalho da Escócia. Seu nome Cairn deriva de pilhas de pedras, pois eram suados para caçar raposas e texugos em pedreiras. Desse modo, nota-se que é um cão ousado e ativo, além de ser alegre e dominante necessitando de atividades e de uma atenção na obediência.

Spaniel japonês

Cachorro pequeno - Spaniel japones

A raça Spaniel japonês é um cachorro conhecido principalmente por ter estrabismo, que é uma condição desalinhada dos olhos. De comportamento amigável, ele tem características que se assemelham a gatos, como por exemplo usar as patas para limpar e lavar o rosto e repousar em lugares altos.

Schnauzer miniatura

Cachorro pequeno - Schnauzer miniatura

Esse cachorro de origem alemã, existe em três raças de tamanhos diferentes, o Schnauzer Gigante, o Schnauzer Médio e o Schnauzer Miniatura, sendo este o mais popular. É um cachorro fofo muito inteligente, brincalhão e obediente, e prefere latir ao invés de morder quando estão como cães de guarda.

Griffon de Bruxelas

Cachorro pequeno - Griffon de Bruxelas

O Griffon de Bruxelas como o próprio nome se refere, é natural da capital da Bélgica existindo mais duas variações dessa raça: o Griffon Belga e o Petit Brabançon, com diferenças na cor e pelagem. Originalmente criado para eliminar ratos em estábulos, esse cachorro pequeno é corajoso e brincalhão, apesar de um pouco impaciente, e se relaciona bem com outros animais.

Pequinês

Cachorro pequeno - Pequines

O Pequinês é uma raça antiga originária da China, e era o favorito do Império Chinês e poderiam ser até exclusivos de membros do palácio. O seu nome faz referência à cidade de Pequim. É um cachorro peludo e pequeno que não late muito, sendo alerta e que gosta de independência, sendo necessário portanto ser criado por donos experientes.

Lulu-da-Pomerânia

Cachorro pequeno - Lulu-da-Pomerania

Também conhecido como Spitz-alemão-anão, essa raça de cão pequeno se tornou popular desde o século 18, principalmente pela realeza. Ele é um cachorro fofo extrovertido, amigável e gosta de defender seu território, podendo ser agressivo com outros cachorros e pessoas apenas para tentar se provar. É uma das raças de cachorros mais caros do mundo.

Pug

Cachorro pequeno - Pug

O Pug veio da China para a Europa no século 16 para ser criado por nobres da realeza. Esses cachorros são extremamente companheiros, sempre querendo atenção e carinho do dono. Charmoso e moderado, o pug é muito brincalhão, gostando muito de crianças e também tem a característica peculiar de gostar de cochilar.

West highland white terrier

Cachorro pequeno - West highland white terrier

Terrier branco das Terras Altas ocidentais é originário da Escócia, conhecido pela sua pelagem totalmente branca. É um cão muito energético, necessitando por isso de exercícios regulares, além de ser muito social, mas não tolera muito bem manuseio brusco. Primo do Cairn Terrier, foi no passado usado como caçador de roedores e hoje é um animal muito popular, fazendo atuações na tv e cinema.

Pequeno cão leão

Pequeno cão leão

O Pequeno cão leão no passado já foi um animal muito raro e mesmo hoje, não é muito comum de vê-lo. De origem francesa, esse cachorro de porte pequeno já apareceu em peças de arte desde o século 16. São inteligentes, amigáveis e gostam de brincar, sendo ideais para famílias com crianças

Poodle Toy

Cachorro pequeno - Poodle Toy

O Poodle Toy é a menor das quatro variantes da raça Poodle, que é considerado a segunda raça de cachorro mais inteligente do mundo. Reivindicado por ser da Alemanha e França, esse cachorro peludo é muito energético, gostando de atividades físicas e intelectuais. São animais sociáveis, mas são desconfiados com estranhos, até perceber que não lhes farão mal.

Bichon frisé

Cachorro pequeno - Bichon frise

O Bichon frisé é um cachorro de origem espanhola, mas com o desenvolvimento posterior na França. Seus descendentes eram usados como troca por marinheiros italianos. Parecido e até confundido com a raça Poodle na aparência, ele é um cachorro fofo curioso, alegre, gentil e brincalhão, se dando bem portanto com crianças e outros animais.

Maltês

Cachorro pequeno - Maltes

A raça de cachorro Maltês é originária da região central do Mediterrâneo. É um cão de pelagem sedosa, brilhante e branca ou marfim pálido, e esses pelos quase não se soltam, sendo portanto um animal antialérgico. Ele gosta de companhia e interage bem com pessoas e outros animais, pois afinal é dócil e gosta de brincar.

Shih-tzu

Cachorro pequeno - Shih-tzu

Originária do Tibete, o Shih-tzu é um cão altamente independente e dominante, e seu nome significa pequeno leão, pois o objetivo do seu desenvolvimento se deu para que se parecesse com o felino. Ele é um animal observador, explorador de ambiente e gosta da afeição com os donos e se dá bem com estranhos.

Lhasa apso

Cachorro pequeno - Lhasa apso

O Lhasa apso é um cachorro peludo nativo do Tibete, e é um pouco parecido com o Shih-tzu. Nas diferenças por exemplo, o Lhasa apso tem os olhos menores e o focinho mais comprido. Além disso, esse cão é calmo, higiênico e amigável, mas pode ser teimoso e disperso.

Terrier escocês

Cachorro pequeno - Terrier escoces

O Terrier escocês era no passado uma das raças de cachorro pequeno que caçava principalmente texugos. Depois disso, ele se tornou propriedade de várias celebridades, sendo portanto popular principalmente na Europa. É um cachorro independente, territorial, corajoso e é muito amoroso, porém, pode ser agressivo com outros animais. Além disso, para conviver com crianças, estas devem ter experiência com o convívio com cães.

Yorkshire terrier

Cachorro pequeno - Yorkshire terrier

Das raças de cachorro pequeno, o Yorkshire terrier é uma das mais populares que existem. Original da Inglaterra, o York é a raça mais inteligente entre os terriers. Desse modo, é um animal energético, esperto, leal e carinhoso que gosta de crianças, porém, por ser um cão territorial e independente, não gosta muito de conviver com outros cães.

Esses são os 20 Carros Mais Caros do Mundo em 2023

Carros mais caros do mundo

Você já imaginou estar perto de um dos carros mais caros do mundo ou de dirigi-lo nem que seja uma vez? Imagina então ter um desses supercarros na garagem. É um privilégio para poucos mortais, até porque, a produção desses carros especiais é limitada chegando em casos de fabricação de poucos carros em um modelo e até exclusivos para um cliente.

Acompanhe nesta lista essas obras de arte de quatro rodas que são os 20 carros mais caros do mundo, ficando de fora carros que são vendidos em leilão e os de segunda mão superfaturadas. Confira esses veículos incríveis!

Avance em Próximo:

Ferrari FXX K Evo – US$ 2,6 milhões

Esse modelo é projetado para pistas e sua produção foi baseado no LaFerrari de rua. A Ferrari FXX K Evo foi lançada em 2017, na celebração do 70º aniversário da Ferrari. O motor produz 1.036 cavalos de potência na pista com o V12 de 6,3 L naturalmente aspirado.

Lamborghini Countach LPI 800-4 – US$ 2,6 milhões

O modelo desse carro é baseado no Aventador e estreou em agosto de 2021, contendo 112 unidades. Possui um V12 de 6,5 litros e juntamente com o motor elétrico produz 803 cavalos de potência, fazendo de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e uma velocidade máxima de mais de 354 Km por hora.

Gordon Murray T.50 – US$ 2,6 milhões

Este carro leva o nome de seu projetista, Gordon Murray, o homem por trás do design do icônico McLaren F1. O T.50 é equipado com um motor V12 de 4,0 litros naturalmente aspirado da Cosworth, que produz 654 cavalos de potência. Serão produzidos 100 unidades desse supercarro.

Mercedes-AMG Project One – US$ 2,7 milhões

Depois de quase cinco anos desde a apresentação desse veículo, a Mercedes produzirá o Project One, com 275 unidades estimadas. O hipercarro híbrido com tecnologia derivada da Fórmula 1, terá mais de 1.200 cavalos de potência.

Aston Martin Victor – US$ 3,0 milhões

Esse supercarro único é baseado na plataforma One-77, usando peças de outros projetos Astons, incluindo os modelos Vulcan e Valkyrie. Contém um V12 igual ao One-77, mas produzindo 836 cv e com uma transmissão manual.

Koenigsegg Jesko – US$ 3,0 milhões

O Koenigsegg Jesko é o sucessor do Agera e a montadora produzirá 125 unidades. Esse automóvel é o mais rápido e mais caro da montadora sueca. Ele tem 1.600 cavalos de potência, com seu motor V8 de 5,0 litros com turbocompressor duplo da marca.

Aston Martin Valkyrie – US$ 3,2 milhões

O hipercarro híbrido Aston Martin tem um preço estimado de US$ 3,2 milhões. Também conhecido como AM-RB 001, além da fabricante Aston, sua construção também teve a participação da Red Bull Racing. Possui um V12 de 6,5 litros de origem Cosworth, produzindo 1.160 cavalos de potência podendo chegar a uma velocidade acima de 321 Km/h. A empresa construirá apenas 150 modelos.

W Motors Lykan Hypersport – US$ 3,4 milhões

A W Motors iniciou a produção do supercarro Lykan Hypersport em 2013 até o modelo ano 2017. Seus faróis de LED possuem mais de 400 diamantes, sendo o primeiro carro a possuir joias nos faróis. O motor é um seis cilindros de 3,7 litros com dois turbocompressores, produzindo com isso 780 cavalos de potência. Em suma, foram produzidos sete unidades desse carro.

Pagani Huayra Roadster BC – US$ 3,5 milhões

O Huayra BC Roadster, é uma variante aberta do Huarya BC. Tem 800 cavalos de potência com um V12 de 6,0 litros com turbo duplo de origem AMG. A produção desse modelo está limitado a apenas 40 unidades, cada uma com um preço de US$ 3,5 milhões.

Bugatti Chiron Pur Sport – US$ 3,6 milhões

O Bugatti Chiron Pur Sport foi otimizado para que seu peso tivesse 50 kg a menos que o Chiron padrão. O motor é um W16 quad-turbo de 8,0 litros acoplado a uma caixa de câmbio automática recalibrada com 1.500 cavalos de potência. Seu preço começa em US$ 3,6 milhões.

Lamborghini Sian – US$ 3,6 milhões

Primeiro veículo híbrido de produção da Lamborghini, o Sian está equipado com um V12 de 6,5 litros de origem SVJ. Sua potência do sistema é de 819 cavalos, sendo com isso o carro mais potente da marca. A produção ficará em apenas 63 unidades com um preço de US$ 3,6 milhões.

Bugatti Chiron Super Sport 300+ – US$ 3,9 milhões

O Super Sport 300+ é a versão de estrada do modificado Bugatti Chiron que quebrou a barreira dos 480 km/h. Desse modo, esse supercarro foi construído para celebrar a ocasião. Ele é alimentado por um motor W16 quad-turbo de 1.580 cavalos de potência e sua construção foi limitada a apenas 30 unidades.

Lamborghini Veneno – US$ 4,5 milhões

A Lamborghini Veneno foi desenvolvido para celebrar o 50º aniversário da fabricante italiana, sendo 15 fabricados entre 2013 e 2104. Esse hipercarro é baseado no modelo Aventador. Ele possui um V12 de 6,5 litros e produz 740 cavalos de potência, chegando a 97 por hora em 2,9 segundos. O veneno ainda pode alcançar uma velocidade de 356 km/h.

Bugatti Bolide – US$ 4,7 milhões

O Bolide é construído pela mesma estrutura de motor do modelo Chiron, um W16 quad-turbo de 8 litros. Ele produz 1.824 cavalos de potência usando combustível de corrida. A previsão de entrega do primeiro Bolide de produção ocorrerá em 2024 e serão fabricados 40 unidades.

Bugatti Divo – US$ 5,8 milhões

O hipercarro Divo é parecido com seu irmão, o Bugatti Chiron. Entre as diferenças está na performance, quando o Divo foi 8 segundos mais rápido na pista de testes. Ele apresenta uma potência de saída de 1.479 cavalos no motor W16 quad-turbo de 8,0 L. 40 exemplares foram construídos custando cada um US$ 5,8 milhões.

SP Automotive Chaos – US$ 6,4 milhões

Primeiro hiperesportivo desenvolvido e construído na Grécia, o SP Automotive Chaos apresenta mais de 2.000 cavalos de potência com um V10 de 4,0 litros com turbocompressor duplo. Essa é a versão básica, porque a versão extrema e esportiva promete desenvolver mais de 3.000 cavalos de potência. O custo da versão clássica custará US$ 6,4 milhões.

Mercedes Maybach Exelero – US$ 8,0 milhões

Produzido em conceito único, o Mercedes-Benz Maybach Exelero estreou em 2004. Possui um motor V12 biturbo de 5.9 L produzindo 690 cavalos de potência. A velocidade máxima alcançada é de 351 quilômetros por hora. Esta joia negra custou 8 milhões de dólares.

Bugatti Centodieci – US$ 9,0 milhões

Em celebração ao aniversário de 110 anos da Bugatti e também em homenagem ao Bugatti EB110, um modelo da década de 1990, a montadora francesa estreou o Centodieci. Limitado a apenas 10 unidades, seu motor W16 quad-turbo de 8,0 L produz 1.578 cavalos de potência. Seu preço está em 9 milhões de dólares.

Rolls-Royce Sweptail – US$ 12,8 milhões

Rolls-Royce Torpedo Photo: James Lipman / jameslipman.com

Construído à mão ao longo de quatro anos, o Rolls-Royce Sweptail foi concluído em 2017. Seu preço de US$ 13,0 milhões, foi na época o carro mais caro já vendido, sendo logo depois em 2019 ultrapassado pelo La Voiture da Bugatti. O motor desse carro de luxo é um V12 de 6,75 L, com uma potência de 453 cavalos.

Bugatti La Voiture Noire – US$ 13,4 milhões

Em primeiro lugar dos carros mais caros do mundo, o Bugatti La Voiture Noire custa US$ 13,4 milhões sendo um modelo único. Ele usa o mesmo motor W16 quad-turbo de 8,0 litros que o Chiron, produzindo 1.479 cavalos de potência. Esse supercarro foi inspirado no Bugatti Type SC57 Atlantic, um modelo lendário e emblemático da década de 1930.

Fonte: motor1

Os 20 atletas mais bem pagos do mundo em 2022

Atletas Mais Bem Pagos

Os rendimentos dos atletas mais bem pagos do mundo não para de crescer. Só para se ter uma ideia, os 50 atletas mais bem pagos do mundo arrecadaram mais de US$ 2,97 bilhões incluindo impostos e taxas, quebrando com isso o recorde do ano passado.

Além de atuarem com excelência as suas modalidades esportivas e ganhando muito bem com isso, essas estrelas do esporte também arrecadam fortunas fora do campo de atuação. É o caso de acordos de endosso e outros empreendimentos, que representaram US$ 1,06 bilhão.

Confira portanto a lista milionária dos esportistas mais bem pagos do planeta.

Avance em Próximo:

Damian Lillard – US$ 57,4 milhões

Atleta da NBA, Lillard está sob contrato com o Portland Trail Blazers até a temporada 2024-25 com um salário médio de mais de US$ 40 milhões por ano.
Sua linha de tênis com a assinatura Adidas está entre os principais vendedores da NBA da empresa; a última edição, a Dame 8, foi lançada em janeiro de 2022.
O seis vezes All-Star levou o Trail Blazers aos playoffs em todas as temporadas de sua carreira, exceto na primeira, quando foi nomeado novato do ano, e 2021-22, quando jogou apenas 29 jogos.
Lillard lançou quatro álbuns de estúdio sob seu nome de rap, Dame DOLLA. Ele também é um embaixador global para as Olimpíadas Especiais.
Sua faixa “Money Ball” foi destaque na trilha sonora de “NBA 2K20”.

Naomi Osaka – US$ 59,2 milhões

Atleta do Tênis, Naomi Osaka estabeleceu um recorde de ganhos para atletas do sexo feminino com US$ 60 milhões nos 12 meses encerrados em 1º de maio de 2021. Ela ficou um pouco abaixo dessa marca no ano seguinte com US$ 59,2 milhões.
Ao longo do caminho para vitórias consecutivas do Grand Slam no Aberto dos EUA de 2020 e no Aberto da Austrália de 2021, ela assinou vários acordos de patrocínio de grande sucesso.
Seus ganhos anuais fora das quadras agora ultrapassam US$ 50 milhões, com novos parceiros como Workday, Louis Vuitton e Airbnb empurrando sua lista de patrocinadores para mais de 20.
Nascido no Japão de mãe japonesa e pai haitiano-americano, Osaka foi promovido como um dos rostos das Olimpíadas de Tóquio.
Ela foi a primeira jogadora japonesa a vencer um evento de Grand Slam e a primeira jogadora asiática a ocupar o topo do ranking em simples.

Tyson Fury – US$ 62 milhões

Atleta do Boxe, o bicampeão mundial de peso-pesado nunca perdeu em 33 lutas profissionais, com um empate em 2018 contra Deontay Wilder o único defeito em seu recorde.
Fury nocauteou Wilder na revanche de 2020 e ganhou cerca de US$ 26 milhões, elevando seus ganhos de 12 meses no ringue para US$ 50 milhões.
O britânico faturou cerca de US $ 60 milhões combinados de outra revanche com Wilder em 2021 e uma luta em abril de 2022 contra Dillian Whyte.

Lewis Hamilton – US$ 65 milhões

Atleta do Automobilismo, Lewis Hamilton conquistou o título de pilotos de Fórmula 1 em 2020, igualando o recorde de sete campeonatos de Michael Schumacher. Ele perdeu por pouco outro em 2021.
Em julho de 2021, ele assinou uma extensão de contrato de dois anos para permanecer na equipe de F1 da Mercedes.
Hamilton é o atleta mais comercializável do esporte. O motorista preocupado com a moda começou a trabalhar com a Tommy Hilfiger em 2018.

Josh Allen – US$ 67 milhões

Atleta da NFL, o quarterback do Buffalo Bills assinou uma extensão de contrato de seis anos em agosto de 2021, que chega a US$ 258 milhões e tem US$ 150 milhões em dinheiro garantido, um recorde da NFL.
O acordo incluiu um bônus de assinatura de US$ 16,5 milhões e um bônus de opção de US$ 42,4 milhões. Allen seguiu levando os Bills ao segundo título consecutivo da divisão e à terceira aparição consecutiva nos playoffs.
Fora de campo, ele conta com Nike, Pepsi e New Era entre seus patrocinadores.

Tiger Woods – US$ 68 milhões

Atleta do PGA, Woods sofreu lesões graves nas pernas e nos pés em um acidente de carro em fevereiro de 2021. Ele voltou ao golfe competitivo no Masters em abril de 2022.
Woods conseguiu uma vitória em sua cama de hospital com um acordo em março de 2021 para trazer sua imagem para a franquia de videogames “PGA Tour 2K”.
Desde que se tornou profissional em 1996, o 15 vezes principal vencedor ganhou US $ 1,7 bilhão com endossos, aparições, taxas de design de cursos e outros empreendimentos fora do curso.
TaylorMade e Woods lançaram seu primeiro conjunto de tacos co-criados em 2019. Foi o primeiro clube de assinatura de Woods.
Payne’s Valley, o primeiro campo de golfe público projetado por Woods, foi inaugurado em 2020 no Missouri.

Aaron Rodgers – US$ 68 milhões

Atleta da NFL, após uma temporada de drama com o Green Bay Packers em 2021, Rodgers concordou com um contrato reestruturado e retornou ao time. Ele assinou uma extensão de US$ 150 milhões por três anos em março de 2022.
Em 2018, o quarterback estrela comprou uma participação minoritária no Milwaukee Bucks da NBA.
Ele lançou um fundo de empreendimento e estágio de crescimento de US$ 50 milhões com a Roth Capital em 2019. Rodgers é sócio geral junto com Nate Raabe e Byron Roth.
Rodgers é dez vezes Pro Bowler e quatro vezes MVP vencedor. Ele é o quinto de todos os tempos com 449 passes para touchdown na temporada de 2021.

Matthew Stafford – US$ 72,3 milhões

Atleta da NFL, Stafford foi negociado com o Los Angeles Rams em março de 2021, após 12 temporadas com o Detroit Lions. Ele prontamente ganhou seu primeiro Super Bowl.
Stafford, a primeira escolha geral no draft da NFL de 2009, estabeleceu um recorde da NFL como o jogador mais rápido de 3.000 finalizações na carreira (125 jogos).
Seu contrato de cinco anos e US$ 135 milhões assinado em 2017 foi o contrato mais rico da história da NFL (já superado). Ele assinou um novo contrato de quatro anos e US$ 160 milhões em março de 2022, com um bônus de assinatura de US$ 60 milhões.

James Harden – US$ 74,4 milhões

Atleta da NBA, Harden conseguiu uma troca em janeiro de 2021, deixando o Houston Rockets para se juntar ao Brooklyn Nets. Ele foi então negociado para o Philadelphia 76ers em fevereiro de 2022.
Em 2017, Harden assinou uma extensão de quatro anos no valor de US$ 171 milhões; ele vai até 2022-23 e deve pagar a ele US $ 47 milhões em seu último ano.
A Adidas fez de Harden um dos rostos de sua campanha na NBA depois de contratá-lo em 2015 para um contrato de 13 anos no valor de até US$ 200 milhões.
Harden ganhou o MVP da liga em 2018 e foi vice-campeão três vezes, em 2015, 2017 e 2019.
Ele tinha uma participação acionária na Bodyarmor e recebeu um pagamento considerável quando a Coca-Cola comprou a marca no outono de 2021. Ele também investiu US$ 15 milhões em julho de 2019 por uma pequena participação no Houston Dynamo da MLS.

Russel Westbrook – US$ 79,2 milhões

Atleta NBA, Westbrook foi negociado com o Washington Wizards em dezembro de 2020, um ano depois de ter sido negociado com o Houston Rockets. Ele foi então negociado para o Los Angeles Lakers em agosto de 2021.
Em 2017, Westbrook assinou uma extensão de cinco anos e US$ 207 milhões com o Oklahoma City Thunder, na época o maior contrato da NBA em termos de valor total.
O nove vezes All-Star estendeu seu contrato com a marca Jordan da Nike em 2017 por mais dez anos e, em 2018, recebeu seu primeiro tênis de assinatura.
Westbrook é bicampeão de pontuação e em 2017 foi nomeado MVP da liga; ele é o único jogador a ter uma média de um triplo-duplo por três temporadas consecutivas.
O medalhista de ouro olímpico de 2012 possui dez concessionárias de carros na área de Los Angeles que adicionam milhões de dólares à sua conta bancária.

Giannis Antetokounmpo – US$ 80,9 milhões

Atleta da NBA, eEm dezembro de 2020, Antetokounmpo assinou uma extensão supermax de cinco anos no valor de US$ 228 milhões com os Bucks, com desativação após o quarto ano.
Antetokounmpo foi nomeado MVP da NBA em 2018-19 e 2019-20 e também foi o jogador defensivo do ano na última temporada.
A primeira indicação de MVP gerou enormes bônus de patrocinadores como a Nike, que estendeu seu acordo com o Greek Freak em 2017.
A Nike lançou o Zoom Freak 1 em 2019; foi o maior lançamento inicial de tênis de assinatura na história do basquete da Nike.
A Disney garantiu um acordo em 2020 para desenvolver um filme sobre a vida de Antetokounmpo, nos moldes de “The Blind Side”. Agora chamado de “Rise”, está previsto para ser lançado em junho de 2022.Tom Brady – US$ 83,9 milhões

Tom Brady – US$ 83,9 milhões

Atleta NFL, depois de chocar o mundo do futebol ao deixar os Patriots pelos Buccaneers em 2020, Brady venceu prontamente seu sétimo Super Bowl.
Depois de outra temporada estelar em Tampa, ele anunciou sua aposentadoria em fevereiro de 2022, mas mudou de ideia menos de seis semanas depois.
Brady lançou a marca de estilo de vida TB12 e cofundou a Autograph, uma empresa de NFT que arrecadou US$ 170 milhões em uma rodada de financiamento da Série B anunciada em janeiro de 2022.
Em 2020, ele lançou 199 Productions, uma referência ao número de sua seleção no draft de 2000 da NFL, para desenvolver documentários, filmes e programas de TV.
Quando finalmente chega a hora de se aposentar permanentemente do futebol, Brady já tem seu próximo show lucrativo marcado: um papel de comentarista na Fox Sports.

Canelo Álvarez – US$ 90 milhões

Atleta do Boxe, Alvarez faturou cerca de US$ 85 milhões em suas lutas de 2021 contra Billy Joe Saunders e Caleb Plant.
Além do ringue, ele tem uma lucrativa parceria com Hennessy e é dono de um restaurante de tacos em seu México natal. Sua Canelo Promotions também está montando uma série de lutas no México em parceria com Matchroom Boxing e DAZN.
Em uma entrevista em abril de 2021 com Graham Bensinger, Alvarez afirmou que estava ganhando quase US$ 20 milhões por ano com seus investimentos imobiliários.
Na mesma entrevista de abril, Alvarez disse que planejava abrir de 90 a 100 postos de gasolina no México.

Roger Federer – US$ 90,7 milhões

Atleta do Tênis, Federer tem um portfólio de patrocinadores inigualável no mundo dos esportes. Em 2020, isso o tornou o atleta mais bem pago do mundo pela primeira vez;
O maior negócio em seu estábulo é a marca de vestuário japonesa Uniqlo, que o trancou em 2018 sob um acordo de dez anos e US$ 300 milhões.
Federer ganhou US$ 130 milhões em prêmios em sua carreira, mas o total é ofuscado por seus ganhos fora das quadras de aparições e endossos.
O maior pagamento da lenda do tênis pode vir de sua participação na empresa suíça de roupas esportivas On, que abriu seu capital em setembro de 2021.
Sua fundação homônima arrecadou mais de US$ 50 milhões e educou 1,5 milhão de crianças na África desde seu lançamento.

Kevin Durant – US$ 92,1 milhões

Atleta da NBA, dDepois de três anos com o Golden State Warriors, Durant ingressou no Brooklyn Nets em 2019 em um contrato de US$ 164 milhões por quatro anos.
O 12 vezes All-Star arrecada mais de US$ 40 milhões de patrocinadores, recentemente adicionando acordos com Coinbase, NBA Top Shot e Weedmaps.
Ele investiu em mais de 80 empresas por meio de sua empresa Thirty Five Ventures, com adições recentes, incluindo OpenSea e Future. Ele também está apoiando a fusão SPAC da SeatGeek.
Durant está por trás da marca de mídia Boardroom e foi produtor de “Two Distant Strangers”, que levou para casa o Oscar de melhor curta-metragem em live-action em 2021.
Em 2020, Durant comprou uma participação no Philadelphia Union da Major League Soccer.

Stephen Curry – US$ 92,8 milhões

Atleta da NBA, oO duas vezes MVP assinou o primeiro contrato de US$ 200 milhões da NBA em 2017; ele se tornou o primeiro jogador com dois desses acordos quando assinou uma extensão de quatro anos e US$ 215 milhões em 2021.
Em 2017, Curry formou uma nova empresa, SC30, que administra seus investimentos, parcerias com marcas e empreendimentos filantrópicos.
Em novembro de 2020, a Under Armour anunciou o lançamento da Curry Brand em uma tentativa de competir com a Jordan Brand da Nike.
A produtora de Curry, a Unanimous Media, assinou um acordo de desenvolvimento com a Comcast NBCUniversal em setembro de 2021. Em novembro de 2020, mudou para podcasting com um acordo com a Audible.
Curry adicionou uma grande parceria com a FTX em 2021 que veio com uma participação acionária.

Neymar – US$ 95 milhões

Atleta do Futebol, em maio de 2021, Neymar assinou uma extensão de contrato que o vincula ao Paris Saint-Germain até o verão de 2025.
Seu novo contrato está repleto de bônus de desempenho, incluindo um grande aumento se o PSG vencer a Liga dos Campeões.
Sua transferência de 2017 do Barcelona para o PSG é a mais cara de todos os tempos, com US$ 263 milhões, que o clube francês pagou integralmente antes de sua contratação.
Em 2020, Neymar anunciou uma saída antecipada de seu contrato com a Jordan Brand da Nike e assinou com a Puma.
Ele está mergulhando no mundo dos NFTs, assinando com a plataforma NFTSTAR em novembro de 2021 e gastando mais de US$ 1 milhão em dois NFTs do Bored Ape Yacht Club em um dia de janeiro de 2022.

Cristiano Ronaldo – US$ 115 milhões

Atleta do Futebol, eEm fevereiro de 2021, Ronaldo se tornou a primeira pessoa no mundo a atingir 500 milhões de seguidores no Facebook, Instagram e Twitter. Em maio de 2022, ele tinha 690 milhões.
Em março de 2021, ele ultrapassou a contagem de gols da lenda brasileira Pelé; um hat-trick contra o Cagliari, adversário da Serie A, o levou a 770 gols em todas as competições.
Ele trocou de time em agosto de 2021, passando da Juventus para o Manchester United, onde jogou anteriormente de 2003 a 2009.
Ronaldo, cinco vezes jogador do ano da FIFA, em 2020 se tornou o primeiro atleta ativo de esportes coletivos a ultrapassar US$ 1 bilhão em ganhos na carreira.
Além de um contrato vitalício com a Nike, Ronaldo ganha dinheiro fora de campo com suas roupas, acessórios, hotéis e academias da marca CR7.

Lebron James – US$ 121,2 milhões

Atleta da NBA, LeBron James, quatro vezes MVP da NBA, se juntou ao Los Angeles Lakers em 2018 em um contrato de quatro anos e assinou uma extensão de US$ 85 milhões por dois anos em dezembro de 2020.
Ele tem o maior portfólio de endossos da NBA, bem como seu próprio negócio de mídia, a SpringHill Company. Em outubro de 2021, ele vendeu uma participação significativa na SpringHill com uma avaliação de cerca de US$ 725 milhões.
James se uniu a Cindy Crawford, Arnold Schwarzenegger e Lindsey Vonn em 2018 para lançar a Ladder, uma empresa de saúde e bem-estar.
A LeBron James Family Foundation abriu sua primeira escola primária em 2018 e planeja gastar US$ 41 milhões para enviar crianças para a faculdade.
James e seus parceiros possuem franquias Blaze Pizza em Chicago e no sul da Flórida. Ele também é investidor da empresa e atua como endossante pago.

Lionel Messi – US$ 130 milhões

Atleta do Futebol, Messi conquistou a Bola de Ouro como o melhor jogador de futebol do mundo pela sétima vez, um recorde, em 2021, colocando-o dois à frente de seu rival Cristiano Ronaldo.
Ele se transferiu para o Paris Saint-Germain do FC Barcelona em agosto de 2021, deixando a única casa profissional que já conheceu.
Um vazamento de contrato em janeiro de 2021 mostrou que Messi estava ganhando muito mais no Barcelona do que se pensava anteriormente; ele conseguiu ganhar até US$ 165 milhões anualmente em salários e incentivos.
Em março de 2022, ele assinou um contrato de patrocínio com o aplicativo de engajamento de fãs Socios, que deve pagar US $ 20 milhões anualmente.
Ele lançou sua própria linha de roupas e abriu sua primeira loja de varejo, a Messi Store, em 2019, em Barcelona. Ele também tem um contrato vitalício com a Adidas.

Fonte: forbes

Dieta da Sopa para emagrecer: cardápio, receita e como fazer

Fazer a dieta da sopa é uma ótima maneira para quem quer emagrecer rapidamente.

Perder peso está na lista de objetivos de muitas pessoas, pois estas sempre procuram formas de perder alguns quilos e por isso, dietas são cada vez mais procuradas.

É importante ressaltar que há dietas que podem trazer prejuízo para saúde e por isso é muito importante fazer uma pesquisa completa sobre a dieta em questão, pois não vale perder peso e ficar com a saúde afetada.

E para te ajudar no processo de emagrecimento de maneira saudável é que trouxemos a dieta da sopa.

Você vai conhecer todos os detalhes sobre essa dieta e a receita para começar agora mesmo! Confira.

Dieta da sopa: o que é?

Quando falamos sobre dieta da sopa estamos falando sobre uma dieta que tem duração de 7 dias.

Todo o seu cardápio baseia-se no consumo de sopa durante as principais refeições, como por exemplo, almoço e jantar.

A dieta foi pensada e desenvolvida pelos alunos da Universidade de São Paulo (USP) e desenvolvida para os pacientes do Instituto do Coração (SP).

Sendo assim, criou-se essa dieta para ajudar todas as pessoas que tinham acabado de passar por uma cirurgia cardíaca.

As pessoas que passavam por essa dieta, emagreceram de forma muito rápida e por isso logo ficou conhecida como “dieta milagrosa”.

Se a pessoa que estiver realizando a dieta fazê-la da forma correta, ela pode eliminar até 1 kg por dia, ao final do sétimo dia vai estar com 7 kg a menos!

Além de proporcionar o emagrecimento, é uma dieta que visa a saúde, já que o seu intuito nem era o emagrecimento e sim os benefícios para a saúde na questão da regulação do intestino.

No entanto, é uma dieta que não apresenta muita proteína dentro de sua composição e por esse motivo, deve-se fazê-la somente por 7 dias.

Se a pessoa passar desse prazo, a dieta pode prejudicar a saúde, trazendo ainda alguns sintomas nocivos.

Lembrando ainda que mulheres que se encontram em período gestacional e pessoas que sofrem com hipoglicemia não devem consumir essa dieta.

Dieta da sopa: como fazer?

Dieta da sopa: como fazer?

Para dar início a dieta da sopa, separe 7 dias consecutivos e durante esse período, o almoço e o jantar devem ser compostos de sopa.

Além do consumo da sopa presente na dieta, a ingestão de água deve ser feita, além do consumo de frutas, legumes, assim como a presença de chás.

Desse modo, você pode consumir todos esses produtos de forma livre durante o período da dieta.

Outra informação muito importante e que deve ser levada em conta antes de começar a dieta da sopa, é o fato de qualquer tipo de exercício deve ser suspenso durante o período da dieta.

Quem deseja se mexer durante o tempo que estiver fazendo a dieta da sopa, deve optar por algo leve, como por exemplo, uma caminhada.

Do mesmo modo que a dieta não deve ser feita por mais de 7 dias, também não deve interromper os 7 dias que foram indicados.

A opção para quem deseja perder gordura e mais quilos é:

⦁ Fazer uma pausa de 4 dias na dieta;
⦁ Durante esses 4 dias, consumir produtos de diferentes classe alimentares;
⦁ Começar novamente a dieta por 7 dias.

Em suma, nunca deve-se fazer a dieta mais de três vezes ao ano.

Passo a passo dos 7 dias

Dieta da sopa passo a passo
  • Passo 1 – dia 1: Primeiramente, comece substituindo o almoço e o jantar pela sopa. Complementando com diversas frutas, muita água, suco natural e chá (todos sem nenhum tipo de adição de açúcar);
  • Passo 2 – dia 2: Novamente comer a sopa tanto no período do almoço, quanto no período do jantar. Nos intervalos entre as principais refeições coma bastante legumes e verduras. Nesse meio tempo, beba sempre ao menos 2 litros de água;
  • Passo 3 – dia 3: Novamente seguir o passo de ingerir a sopa, juntamente com frutas e legumes, estando sempre atento a hidratação necessária;
  • Passo 4 – dia 4: No quarto dia as principais refeições devem conter a sopa principal, mas além disso, ao menos 8 bananas devem ser ingeridas, e o leite incluso na alimentação;
  • Passo 5 – dia 5: A sopa ainda é o principal componente do seu cardápio, porém, no quinto dia complementa-se com pelo menos 400 gramas de carne branca ou de carne vermelha grelhada! Pode continuar ingerindo frutas, legumes e verduras;
  • Passo 6 – dia 6: Além da sopa das principais refeições, permite-se incluir bife grelhado de carne vermelha ou branca! Legumes e frutas continuam liberados, e todo cuidado para que a hidratação esteja correta, deve continuar;
  • Passo 7 – dia 7: Por fim, no último dia, além de ingerir a sopa, você pode adicionar arroz integral ao seu cardápio.

Cardápio

  • Opções de café da manhã: chá verde, queijo branco, manga, chá de hibisco, mamão (duas fatias), farinha de chia para as frutas, maçã (1) e kiwi (1). Deve-se sempre combinar uma fruta ou até duas com o chá. Se optar pelo queijo acrescentar somente uma fruta.
  • Opções de lanche da manhã: (8) morangos, (1) pera, (1) fatia de melão ou (1) pêssego.
  • Almoço: (3) conchas de sopa.
  • Lanche da tarde: ½ mamão, (1) cacho de uvas, (1) fatia de queijo branco, chá branco ou (1) xícara de salada de frutas.
  • Jantar: (2) conchas de sopa.

Receita da sopa

Ingredientes necessários:

⦁ (1) berinjela;
⦁ (3) cenouras;
⦁ (2) xícaras de vagem já picada;
⦁ (2) tomates picados;
⦁ (1) repolho grande;
⦁ (1) nabo;
⦁ (1) cebola já picada;
⦁ (2) maços de cheiro verde;
⦁ (1) maço de salsão;
⦁ (1) dente de alho;
⦁ (4) jilós;
⦁ (2) pimentões.

Como fazer?

Coloca-se todos os legumes em um recipiente e cobrindo com água para que depois estejam prontos para ir ao fogo.

A combinação deve começar a ferver, cozinhando até sentir que os legumes estão bem macios!

Espere que esfrie para que a sopa possa ir até a geladeira.

Em conclusão, podemos dizer que a dieta da sopa realmente cumpre o que promete, proporcionando uma perda rápida de peso de maneira saudável, porém, sendo necessário como já dito anteriormente, não ser feita várias vezes ao ano.

6 Exercícios para Perder Barriga rápido e afinar a cintura

Os exercícios para perder barriga são excelentes para quem quer alcançar essa finalidade rapidamente e deseja afinar a cintura.

O melhor, é que esses exercícios podem ser feitos em casa, visto que elas são bem simples de serem feitas.

Várias pessoas sabem disso, porém não sabem como colocar esses exercícios em prática. E é por isso que preparamos esse artigo para você.

Nele você conhecerá alguns exercícios que são excelentes para perder barriga e afinar a cintura. Não deixe de conferir e boa leitura!

Exercícios para perder barriga: escalador cruzado

Escalador cruzado

Esse é um exercício bem fácil de ser feito e é excelente para quem deseja perder barriga.

Primeiro você irá apoiar suas duas mãos no chão e ficar na ponta dos pés.

Lembre-se que o seu corpo deve ficar parado, esticado e sempre na mesma posição. Você só irá mexer as suas pernas.

Para isso, você deve esticar suas pernas e colocá-la para o outro lado. Você deve repetir esses movimentos com as duas pernas.

Dessa forma, seus músculos irão se dilatar é assim, você reduzirá a massa gorda que há no seu corpo.

Agachamento

Atividades para perder barriga - Agachamento

Coloque suas mãos entrelaçadas no seu pescoço ou se preferir coloque-as para frente, em um ângulo reto.

Depois disso, flexione suas pernas e fique nessa posição. Em seguida, você vai agachar e se levantar devagar, repetindo o movimento algumas vezes.

Dessa forma, você sentirá que suas coxas, seu abdômen e suas panturrilhas sintam o movimento que você está fazendo.

Sendo assim, todo o seu corpo irá desenvolver músculos, além de queimar um maior número de gorduras.

Flexão de braço

Exercícios - Flexão de braço

Primeiramente, você deve ficar de joelhos, apoiando suas mãos no chão.

Depois disso, curve o seu corpo para a frente, de forma que as suas mãos fiquem apoiadas no chão.

Quando você estiver nessa posição, tire os seus joelhos do chão e fique apoiada apenas com as mãos e com as pontas dos pés.

Feito isso, comece a flexionar os seus braços e vá até embaixo, sem deixar que o seu tórax encoste no chão.

Por fim, basta abaixar e levantar, seguidas vezes. Tenha cuidado em fazer o movimento com sincronia para que o seu corpo não seja prejudicado.

Bicicleta no chão

Exercícios para perder barriga rápido e afinar a cintura - Bicicleta no chão

Esse também é um outro exercício bem fácil de ser feito.

Deite-se no chão, com as costas apoiadas nele. Lembre-se que a sua coluna precisa estar reta.

Feito isso, erga as suas pernas e faça o movimento de como se você estivesse andando de bicicleta.

A intenção é que você as movimente como se você estivesse realmente pedalando.

Não esqueça de esticar bastante as pernas. É esse movimento que fará com que você perca barriga e afine sua cintura.

Chutes tesoura

Exercícios para perder barriga rápido e afinar a cintura - Chutes tesoura

Esse é um exercício um pouco mais complicado de ser feito, porém não é impossível.

Primeiramente, você vai se deitar de costas para o chão, com a coluna reta e irá colocar suas mãos abertas debaixo dos seus glúteos.

Feito isso, você vai levantar devagar uma das pernas, de forma que você consiga fazer um ângulo de 90 graus com o seu quadril.

Faça esse movimento bem devagar e ao descer, não deixe que o seu calcanhar encoste no chão.

Depois disso, faça o mesmo movimento com a outra perna e repita a operação para que você consiga diminuir sua barriga.

Prancha lateral com torção

Exercícios para perder barriga rápido e afinar a cintura - Prancha lateral com torção

Para fechar as nossas dicas de exercícios para perder barriga e afinar cintura, vamos lhe ensinar a fazer essa atividade.

Primeiro você vai ficar de bruços e vai apoiar os seus antebraços no chão, de forma que você fique firme e segura.

Coloque suas pernas uma sobre a outra, de forma que as laterais dos seus pés fiquem encostadas no chão.

Levante o seu corpo, subindo os quadros, de forma que eles fiquem rotacionados.

Fique nessa posição por, aproximadamente, 20 segundos. Depois volte a posição inicial e repita com o outro lado.

Em conclusão, os benefícios da prática de exercícios físicos vão muito além do que conquistar e manter uma barriguinha chapada. Essa prática mantém todo o corpo saudável, prevenindo por exemplo várias doenças.

Seja como for, espero que você tenha gostado das nossas dicas de exercícios para perder barriga e afinar cintura e as inclua em sua rotina de atividades físicas. Até mais!

Chá de gengibre: benefícios e como preparar a bebida

O gengibre é uma espécie de raiz tuberosa de origem asiática sendo utilizada tanto na culinária bem como no setor da medicina, e o chá de gengibre proporciona diversos benefícios para a saúde.

Desse modo, você verá logo abaixo os principais desses benefícios e a forma ideal de preparar o chá de gengibre. Confira!

Chá de gengibre: os benefícios

O gengibre possui vários benefícios terapêuticos, como:

  • Ação bactericida;
  • Antioxidante;
  • Anti-inflamatório;
  • Fungicida;
  • Antisséptico.

O chá de gengibre, quando consumido em pequenas quantidades, pode apresentar como resultado vantagens no alívio de náuseas, auxiliar na digestão e a combater doenças respiratórias e doenças da garganta.

No geral, o gengibre possui fama por ser um tipo de alimento termogênico. Isso significa que ele ajuda na aceleração do metabolismo, no aumento da temperatura corporal e além disso, pode ajudar as pessoas no processo de emagrecimento.

No entanto, o benefício da perda de peso só é possível se o chá combinar com dietas para emagrecer saudáveis e com o hábito de atividades físicas.

Encontra-se o gengibre em mercados de conserva, cristal, natura, forma de cápsula e ou em pó. Mas para fazer o chá, a melhor alternativa é usar a raiz pura.

Na hora de escolher o gengibre no mercado, dê preferência ao gengibre íntegro e fresco, cuja casca seja lisa, sem furos e que não se encontre mofado ou murcho.

Além disso, é importante que a parte interna seja amarelo e não fibroso.

Há diversos benefícios para as pessoas que adicionam esse chá na dieta. Quando utilizado da forma correta, o chá irá proporcionar benefícios interessantes às pessoas que o consome.

Fique atento aos benefícios desse chá e não deixe de incorporá-lo em seu dia a dia.

1 – Auxilia no processo de emagrecer

Um dos aliados para quem deseja emagrecer é o chá de gengibre, pois como foi dito é um alimento termogênico. Sendo assim, ajuda na aceleração do metabolismo, aumentando a temperatura do corpo e auxiliando na perda de peso.

No entanto, não é eficaz tomar apenas o chá e esperar o emagrecimento significativo, pois os benefícios só poderão ser desfrutados quando o chá é aliado de hábitos saudáveis.

A prática de atividades físicas é essencial nesse processo.

2 – Previne doenças respiratórias

Devido ao fato de o chá de gengibre ter ação antioxidante no corpo, ele pode agir de forma a prevenir o resfriado e a gripe.

O chá também age como anti-inflamatório, desta maneira, sintomas de tosse a dor nos músculos sã melhorados, assim como também a bronquite e a asma.

3 – Previne gastrites e úlceras

Devido ao fato de o chá de gengibre ajudar a prevenir a bactéria H. pylory, que é uma das principais causas de úlceras estomacais e gastrite, a pessoa que consome esse chá estará prevenida de ter essas doenças.

O mecanismo funciona da seguinte maneira: a bactéria vai para o interior do corpo humano por meio da alimentação e se fixa no órgão, desse modo, a gastrite e a úlcera são provocadas.

Contudo, o chá diminui a aderência no estômago, portanto, dificultando que a bactéria se fixe e que cause doenças.

4 – Previne náuseas

Algumas pesquisas resultaram no fato de que o chá gengibre pode ajudar na diminuição do enjoo após alguma refeição.

Quando o alimento causa a má digestão, o chá de gengibre poderá ajudar a eliminar essa sensação.

Por outro lado, se a causa do enjoo for algum tumor, por exemplo, o chá não irá surtir com esse efeito.

Como o chá ajuda na digestão, o seu uso poderá também estar associado também ao alívio dos efeitos dos gases.

Pessoas que fazem quimioterapia e mulheres que estão no período da gravidez, podem beber o chá para diminuir as náuseas, porém é necessário conversar com o médico antes de iniciar o consumo desse chá em situações como essas citadas.

5 – Prevenção de cânceres

Um dos cânceres que as pesquisas revelaram que o chá de gengibre pode ajudar a prevenir é o câncer de estômago, uma vez que ele pode ser associado, na maioria dos cenários, a modificações causadas por úlceras no estômago.

Poderá atuar também com a prevenção do câncer de cólon-retal, já que possui a substância 6-gingerol, que ajuda no impedimento do desenvolvimento e da proliferação de células cancerígenas na região do intestino.

Alguns estudos realizados em animais mostraram que a diminuição da possibilidade de desenvolver o câncer de fígado também é possível.

Chá de gengibre: modo de preparo

Para que os benefícios do chá se mantenham, é fundamental não ferver a raiz junto à água de início.

A forma ideal de preparar o chá é a seguinte:

  • Lave a raiz do gengibre;
  • Corte ou rale a raiz em pequenos pedaços;
  • Coloque a água em fogo alto até que ferva;
  • Ao adicionar o gengibre à água, a panela deve ser tampada e o fogo abaixado;
  • Aguarde entre 5 a 10 minutos e retire do fogo;
  • Coe o chá e o sirva.

O chá também poderá ser feito de outras formas como:

  • Chá de folha de amora com gengibre.
  • Limão siciliano com chá de gengibre;
  • Chá de gengibre com morango;
  • Chá de gengibre com maça e canela.

Como consumir o chá de gengibre

Ninguém deve consumir mais do que 3 gramas de gengibre diariamente.

Estas gramas poderão ser divididas em 3 ou 4 xícaras de chá durante o dia, por exemplo.

Porém, é preciso tomar bastante cuidado, pois muito desse chá pode provocar irritações no estômago.

Tome cuidado com o consumo excessivo do chá de gengibre

Ao consumir esse chá em excesso, o metabolismo pode ser aumentado demais, ainda mais quando combinado com alimentos como a cafeína. E isso pode provocar vômitos, enjoo, gastrite, diarreia e irritação estomacal.

Portanto, consuma o chá de gengibre de forma consciente, pois, por mais que apresente benefícios, o uso descontrolado pode ser prejudicial, como citado acima.

Seja como for, as vantagens de incluir os nutrientes do gengibre no dia a dia através da infusão é de fundamental importância para a saúde e bem estar.

Caminhada: Benefícios, Como Começar e Emagrece?

A caminhada é um bom começo para quem deseja entrar em forma e fazer as pazes com a saúde.

Além de acessível para todas as idades e peso, ela é um excelente “remédio natural” para o coração e circulação do sangue, que você já nota logo nos primeiros dias de treinamento.

Nesse sentido, muitos pacientes com sintomas de obesidade mórbida, são orientados pelos médicos a adotarem a caminhada como meio de emagrecimento, justamente por não causarem danos às articulações.

A caminhada emagrece e ajuda a manter o peso em longo prazo.

Como resultado disso, podemos ver as pessoas que começaram a caminhar e nunca mais deixarem este exercício de lado.

Confira mais abaixo sobre o quão é importante é essa prática e como ela pode te ajudar a emagrecer.

Benefícios da Caminhada Para a Saúde

Os benefícios da caminhada são inúmeras e muitas pessoas que precisam e querem emagrecer, adotam este exercício para colocar a saúde em dia.

É comprovado que esse hábito ajuda a perder peso, então, se você está sofrendo com sobrepeso, nada melhor do que começar a caminhar.

Atividades leves, mas dinâmicas, como caminhar, são as mais eficazes para perda de peso saudável. No entanto, este efeito começa após cerca de 30 a 40 minutos.

Caminhar não só beneficia o corpo. Ela também beneficia a mente, já que de preferência pode ser praticada em contato com a natureza.

Um dos primeiros benefícios da caminhada comprovada por psicólogos é que ela é capaz de libertar totalmente a mente.

Você provavelmente conhece aquele sentimento de não ser capaz de pensar com clareza?

A caminhada pode te beneficiar em momentos de tomar decisões, já que o cérebro recebe mais oxigênio com essa prática, ficando assim, mais rápido para analisar situações.

É impossível você fazer isso se estiver preso entre quatro paredes. Você deve sair ao ar livre, respirar ar fresco e caminhar.

Andar envolve a ação de avançar, deixando para trás o que nos impede de ir em frente.

Comece a praticar o hábito de caminhar e veja como sua vida pessoal e profissional irá mudar.

De qualquer forma, a caminhada portanto irá beneficiar sua saúde em pontos que talvez nunca tenha imaginado.

Veja mais benefícios:

#Caminhar para Emagrecer

A caminhada ajudará a tonificar o corpo e a eliminar gordura. Por uma hora de caminhada, você pode queimar até 500 calorias.

Naturalmente, quanto mais intenso o esforço (velocidade da caminhada, terreno, etc.), maior o gasto calórico.

Portanto, se quiser subir ladeiras ou escadas de vez em quando, fique à vontade!

#Redução da pressão arterial

Um estudo mostrou que caminhar por cerca de 40 minutos, pode reduzir a pressão arterial por 24 horas, após o término do exercício.

Com efeito, durante a prática do exercício, o fluxo sanguíneo aumenta, o que provoca a dilatação dos vasos sanguíneos e a redução da pressão.

#Saúde dos Pulmões

Andar a pé também é muito benéfico para os pulmões.

De fato, as trocas gasosas que ocorrem nos pulmões se tornam mais poderosas quando andamos com frequência.

Isso causa uma maior eliminação de impurezas nos pulmões, como poeira e catarros.

#Diminui o Desejo Por Açúcar

Um estudo recente de pesquisadores da Universidade de Exeter, na Inglaterra, sugere que a caminhada pode conter dependência por doces.

Além de ocupar seu tempo com algo além da comida, caminhar libera hormônios, como as endorfinas, que relaxam e combate o estresse, um efeito que é benéfico para pessoas que são compulsivas com a comida.

Além de emagrecer, caminhar também tem inúmeras virtudes saudáveis:

  • Melhora do retorno venoso e eliminação de toxinas
  • Trabalha as articulações
  • Fortalece os músculos inferiores, músculos superiores, barriga e costas
  • Previne o câncer de mama e cólon
  • Previne a osteoporose
  • Combate a depressão
  • Diminui o nível de colesterol e pressão sanguínea

 

Dicas Para Começar a Caminhar

Dicas Para Começar a Caminhar

Antes de tudo, você precisa de um bom par de tênis e roupas confortáveis. Mas ter um bom par de tênis é o essencial.

Mas o que seria um bom par de tênis? Tênis confortáveis, idealmente com solas adaptadas à forma dos seus pés, nos quais você se sentirá confortável o suficiente para caminhar longas distâncias.

Você também precisará de boas meias, antitranspirantes de preferência, por exemplo. Quanto às roupas? Bom, a palavra é “à vontade”!

Sendo assim, opte por roupas leves e macias, feitas para resistir ao clima e nas quais você se sinta bem. Não esqueça sua garrafa de água!

A água é que manterá seu fluxo de sangue ativo e ajudará na manutenção da temperatura do seu corpo, ou seja, ela não deixará você ficar com aquela sensação de fadiga, sabe?

O ritmo de caminhada varia de pessoa para pessoa e depende da condição física, do tipo de terreno, etc.

Mas independente disso, começar é o mais importante. Você pode começar a caminhar durante 15 ou 30 minutos por dia.

Com o tempo seu corpo vai se habituando e vai querer sempre mais. Logo verá que estará caminhando cerca de uma hora ou mais dependendo do seu progresso.

Para tirar vantagem de todos os benefícios da caminhada, adote a postura correta, ou seja, cabeça direita, coluna direita, mantendo os ombros e os braços relaxados.

Tente não se inclinar para frente ou para trás. Caminhe no seu próprio ritmo, respire regularmente e olhe para frente.

Aproveite para ouvir um áudio book, ou sua música preferida, seu corpo e sua mente irão agradecer.

Dessa forma, você vai perceber que após um curto período a caminhada fará parte da sua vida para sempre!

Em conclusão, seus benefícios são tantos que você não mais poderá ficar sem caminhar.

Além de fazer muito bem à sua saúde física e mental como um todo, também estará perdendo uns quilinhos ou mantendo a boa forma.

Chá de Hortelã: Como Preparar, Benefícios e Emagrece?

Além de ter um aroma agradável e um sabor muito refrescante, o chá de hortelã também oferece diversos benefícios à saúde. De fato, ele pode evitar doenças e amenizar diversos sintomas desagradáveis.

Entre os problemas que podem ser evitados ou amenizados com o consumo diário desse chá, podemos mencionar a insônia e as cólicas menstruais. A bebida também pode evitar problemas digestivos e colesterol alto.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, apresentamos em detalhes alguns dos principais benefícios proporcionados pelo chá feito com a hortelã. Mostramos ainda o modo de preparo desse chá. Confira!  

Benefícios do chá de hortelã: Melhoria da digestão

Tomar esse chá pode trazer muitos benefícios à digestão. De fato, ele pode ajudar no fluxo intestinal, além de atenuar e prevenir desordens estomacais, as quais provocam náuseas e mal-estar geral.

Mas como essa ação é possível? Antes de qualquer coisa, porque a hortelã é uma rica fonte de antioxidantes, além de possuir muitos fitonutrientes.

Afora isso, o sabor refrescante da hortelã estimula as glândulas salivares, de modo a propiciar um efeito relaxante sobre os músculos intestinais.

Por esse efeito benéfico sobre toda região intestinal, o chá feito a partir da hortelã é o mais recomendado para combater males como a acidez, as flatulências e as cólicas.

Para que se possa usufruir desse benefício, o ideal é que se consuma o chá após as refeições, de maneira a facilitar a digestão dos alimentos.

 

Combate a doenças respiratórias

A hortelã também é bastante conhecida por seu efeito benéfico sobre as doenças que afetam o trato respiratório.

Só para exemplificar, o chá feito a partir dessa planta pode aliviar sintomas da gripe, como a coriza e as inflamações e dores de garganta. Outro sintoma em que essa bebida pode combater são as tosses.

Ademais, pessoas que sofrem com afecções que atacam pulmões e brônquios também podem se beneficiar do chá.

Realmente, esta é uma forma natural de atenuar sintomas de doenças como a asma e a bronquite.

Além disso, o consumo do chá de hortelã pode reduzir os sintomas de alergias advindas de condições climáticas.

A rinite é um desses problemas. Em pessoas que sofrem com esse problema, a hortelã incide sobre as histaminas, diminuindo as reações do corpo ao clima.

Outro benefício da hortelã para o trato respiratório é a sua propriedade expectorante.

 

Auxilia na perda de peso

Para pessoas que desejam perder peso esse chá é também uma boa opção. Esse benefício tem relação com a atuação da hortelã sobre o aparelho digestivo.

Conforme já mencionamos, a bebida produzida a partir dessa erva pode estimular a produção de enzimas digestivas.

Estas, por sua vez, atuam de maneira a facilitar a digestão de vitaminas e minerais, o que promove um maior aproveitamento dos nutrientes.

Por consequência, há também uma maior atividade metabólica, o que propicia a perda de peso.

Ademais, a hortelã contém propriedades que induzem a queima dos estoques de gordura corporal, o que facilita ainda mais o emagrecimento.

Esses benefícios são proporcionados sem que haja ingestão calórica, haja vista que o chá dessa erva não contém calorias.

 

Combate à fadiga mental e física

O consumo diário do chá de hortelã propicia também mais disposição física e mental.

De fato, o aroma e o sabor da hortelã despertam no cérebro sensações prazerosas e estimulantes.

Em outras palavras, ao ser ingerida, essa bebida induz a produção de endorfinas.

Assim, ela propicia ao corpo uma sensação de relaxamento, ao mesmo tempo em que pode reduzir os efeitos do cansaço.

Por isso, o chá feito com a hortelã é bastante indicado para pessoas que sofrem de sintomas advindos da estafa, tais como o estresse e a ansiedade.

Insones crônicos também podem usufruir dos benefícios do consumo desse chá.

 

Ajudando a prevenir doenças

O chá de hortelã também pode evitar doenças graves, tais como alguns tipos de câncer.

Isso porque essa bebida é rica em uma substância fitoquímica chamada álcool perílico. Esta atua diretamente em processos relacionados à prevenção de vários tipos de câncer.

Entre esses tipos, podemos mencionar o de pulmão, o de próstata, o de pele e o de mama.

Além do que, tomar esse chá previne também o aparecimento do mal de Alzheimer e o aparecimento de sintomas relacionados à demência em pessoas idosas.

 

Como preparar o chá de hortelã

Assim como outros tipos de chá, o de hortelã também é feito por meio de infusões em água quente.

Uma recomendação importante no que diz respeito ao preparo desse chá diz respeito à escolha do produto. O ideal é escolher as folhas ao invés dos sachês industrializados.

Isso porque o preparo com as folhas permite que se tenham conservadas as propriedades do chá.

Quanto à escolha das folhas, é necessário que dê preferência às folhas que têm uma cor mais esverdeada, em detrimento das amareladas ou amassadas.

Além disso, não é preciso separar as folhas dos talos. Pode-se adicionar a planta inteira na infusão.

No que diz respeito aos ingredientes para que se faça uma xícara desse chá, basta que se tenha ao alcance da mão 500 ml de água e 1 xícara de folhas de hortelã verdes.

O preparo deve se iniciar com o aquecimento da água. Logo depois, adiciona-se as folhas assim que a água alcança o ponto de fervura.

Chegado esse ponto, pode-se desligar o fogo e tampar o recipiente. É necessário esperar no mínimo 5 minutos e no máximo 10 para que se possa tirar a tampa do recipiente.

É importante não ultrapassar o tempo máximo de infusão, pois isso pode influenciar o sabor da bebida.

Ademais, manter a infusão por mais de 10 minutos pode ainda fazer com que o chá perca suas propriedades. Em seguida, pode-se coar o chá, retirando do líquido as folhas e os talos.

Hortelã: Uma chá de sabor refrescante e muito saudável

Assim, podemos concluir que essa bebida é não somente muito saborosa e refrescante, como também traz muitos benefícios à saúde.

De fato, o chá de hortelã pode prevenir doenças como o câncer e o Alzheimer, além de reduzir os sintomas de distúrbios estomacais e de gripes e resfriados.

E você, já tinha conhecimento de todos os benefícios desse chá?