Nova identidade nacional terá registro único e será usada como passaporte

O presidente da República assinou o decreto que cria a nova carteira de identidade, e que trará muitos benefícios para o cidadão. 

Com a modernização, ela será integrada em todos os estados e no Distrito Federal, passando a ser nacional, sendo mais segura e reunindo as informações do cidadão em um só documento.

Dessa forma, o CPF será usado como um número único para registro Nacional, substituindo o atual RG, tornando o documento o mais seguro do Brasil e um dos mais seguros do mundo.

Haverá tanto a versão física quanto a digital do novo documento, e será emitida de graça.

Por ter um padrão internacional, será integrado o passaporte na nova identidade, e portanto também poderá ser usada para realizar viagens internacionais, a princípio para países do Mercosul.

O decreto começa a vigorar em 1 de março de 2022, e o prazo para adequação em todo o território nacional será até 3 de março de 2023.

No caso dos RG antigo, ele terá uma validade de 10 anos para pessoas até 60 anos, pois os idosos não precisarão ser obrigados a trocar para o modelo novo depois desse período.

#AoVivo: Lançamento da Carteira de Identidade Nacional

Mais lidas