Motivo das Mortes das Múmias Encontradas em Pântanos da Europa

Motivo das Mortes das Múmias Encontradas em Pântanos da Europa

Várias múmias foram encontradas nos pântanos da Europa. E o mais incrível é que elas são datadas de mais de 2.000 anos atrás. 

Surpreende o estado de conservação dessas múmias, que foi preservado devido a camada musgo, ausência de oxigênio e ação de compostos antimicrobianos.

Esta múmia da imagem acima é chamado de Homem de Tollund, encontrado na Dinamarca em 1950 e acredita-se que viveu no século IV a.C. e a causa de sua morte foi por enforcamento. 

A corda usada ainda está em seu pescoço. Devido a ausência de tecnologia para a preservação da múmia, apenas a cabeça foi conservada por inteiro e até a barba tem destaque, tendo sido o corpo substituído por uma réplica em 1987.

Cabeça da múmia

Motivo das Mortes

Mortes por enforcamento, por estrangulamento, por degolamento ou pancadas na cabeça, enfim, essas pessoas tiveram fins violentos e alguns estudiosos acreditavam que talvez, essas pessoas tivessem cometido crimes e recebido como punição esse fim. Mas outros estudiosos sugerem que não, eles não foram mortos por cometer crimes. 

Na época dessas mortes, os corpos de pessoas que morriam eram cremados, jogados em valas ou simplesmente deixados onde estavam. 

Corpo da múmia

Mas foi descoberto que tribos locais enforcavam renegados e traidores e jogavam em pântanos e outras tribos faziam sacrifícios aos deuses da época. 

Nas avaliações dos corpos feita pelos pesquisadores, notou-se que as vítimas depois de mortas, foram colocadas cuidadosamente nos pântanos, percebendo-se que foram oferecidos aos deuses. 

No caso do Homem de Tollund, foi morto na primavera e provavelmente oferecido a deusa desta estação, Ostera, do paganismo alemão.   

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui