Águias - Hábitos e curiosidades das principais espécies

As imponentes águias são aves de rapina muito conhecidas, especialmente por ser um dos símbolos dos EUA, por exemplo. Suas características e comportamentos diferem um pouco de pássaros comuns, e por isso são animais bem intrigantes.

Por isso, vamos falar melhor sobre elas a seguir, especialmente a respeito de seus principais hábitos, além de algumas curiosidades bem interessantes.

Características das águias: alguns hábitos principais

Características das águias: alguns hábitos principais

Ao contrário do que se imagina, as águias não possuem hábitos totalmente solitários, sendo mais comum viverem em casais.

Machos e fêmeas, nessa relação, protegem-se mutuamente de qualquer ameaça que possa surgir.

O voo dessas aves geralmente é perfeito e bem objetivo, com foco naquilo que o pássaro deseja (na maior parte das vezes, caçar).

Inclusive, a caça é uma especialidade dessa ave, visto que sua visão é bastante privilegiada, sendo cerca de 8 vezes melhor do que a nossa.

Os ovos das águias ficam em ninhos estrategicamente construídos em locais muito seguros, o que permite que seus filhotes fiquem protegidos de todo e qualquer predador.

Dessa forma, pai e mãe podem caçar, e ainda terem uma visão adequada do ninho deles.

Inclusive, interessante notar que machos e fêmeas de todas as espécies de águias possuem tarefas similares, como cuidar do ninho e sair para caçar, além da própria construção dos ninhos e da alimentação dos bebês águias.

Uma das formas mais simples de diferenciar machos e fêmeas, então, é por meio do tamanho. Não é uma diferença tão grande assim, mas, geralmente, elas são maiores do que eles.

Outra característica interessante dos hábitos das águias é que elas possuem um senso de independência muito forte.

Assim que aprendem a voar, sendo capazes de ir atrás de sua própria comida, é quase certo que elas começam a tomar conta de si.

Até mesmo porque chega um momento em que os próprios pais negam comida às águias jovens, chegando até mesmo a expulsá-las do ninho.

Força na pegada

Força na pegada

Uma das principais características de todas as espécies de águia é que elas possuem uma tremenda força nas garras dos dedos dos pés.

Também pudera, já que elas precisam, muitas vezes, pegar seus alimentos em movimento, enquanto mergulham em um voo rasante.

Pra se ter uma ideia da força desse bicho, algumas espécies de águia podem ter um nível de aderência 10 vezes maior que um ser humano.

Por isso, quando agarram uma presa, será difícil soltá-la. Algumas dessas aves podem levantar animais com 3 kg, ou até mais.

Portanto, é realmente uma mão na roda que elas tenham essa pegada tão potente e certeira.

Inclusive, as águias não precisam comer com tanta frequência, caçando só de vez em quando (o que é um alívio para muitas de suas presas). Em alguns casos, podem ficar até 7 semanas sem comida alguma.

E o que elas comem? Peixes, répteis, anfíbios, crustáceos e até pequenos mamíferos.

Águia exclusiva dos EUA

Águia exclusiva dos EUA

A única águia exclusivamente nativa da América do Norte é a careca (de nome científico Haliaeetus leucocephalus).

Ave nacional dos EUA, a águia careca possui cerca de 1 metro de comprimento por mais de 2 metros de envergadura.

Apesar do nome, ela não é especificamente careca, e só recebeu esse nome por conta das penas brancas em sua cabeça, que realmente dão a impressão de ser careca.

Ela se tornou a ave nacional dos EUA em 1782, e nessa época, existiam centenas de milhares de exemplares.

No entanto, com o passar do tempo, e devido à caça predatória e à destruição de seus habitats, o número de águias carecas reduziu bastante.

Antigamente, essa ave era caçada por esporte, e oferecida como prêmio por governos estaduais e federais nesse tempo.

A maior das Américas

A maior das Américas

Mesmo que a águia careca seja uma das mais conhecidas, já que ela é o símbolo de um país inteiro, a harpia certamente ganha o prêmio como a águia mais imponente das Américas, especialmente por conta do seu tamanho.

Possui quase 3 metros de largura, sendo considerada a ave de rapina mais poderosa da Amazônia (sim, o Brasil também possui suas próprias espécies de águias). Na verdade, essas aves vivem do México até o norte da Argentina.

Até pelo tamanho, sua força é tão grande que, não raro, caçam macacos, bichos preguiças e até mesmo veados do mato.

E essa alimentação dela não é à toa. Afinal, suas garras traseiras possuem cerca de 12 cm de comprimento.

Outra característica e fato interessante dessa espécie de águia, é que seus ninhos são muito difíceis de encontrar, sendo um desafio até mesmo para pesquisadores habilidosos na área.

Isso se deve ao fato deles estarem muito espaçados em gigantescas florestas tropicais de acesso limitado.

A menor delas

A menor delas

Enquanto que a águia careca e principalmente a harpia são aves de rapina enormes, a águia serpente Nicobar do Sul é a menor em termos de tamanho. Não atingindo mais do que 40 cm de comprimento, e pesando cerca de umas 450 g.

Apesar disso, não deixa de ser uma predadora temida por suas presas, tanto que pelo tamanho diminuto, pode voar até com mais habilidade e velocidade do que as demais.

Entretanto, assim como outras espécies de águias, esta daqui também se encontra ameaçada de extinção, especialmente devido à destruição contínua de seu habitat.

Águias na cultura ao redor do mundo

Águias na cultura ao redor do mundo

A figura da águia está presente em diversas culturas dos mais diferentes povos.

Por exemplo, os hindus possuem uma divindade chamada de Garuda, que possui o corpo forte de um homem, e coroa, bico e asas de águia.

Também é representada como o animal patrono de Zeus na mitologia grega, bem como também é um dos animais que o deus grego pode se transformar.

Já na América do Norte, os nativos de muitas regiões usam penas de águias em seus ritos espirituais.

Hoje em dia, é uma prática ilegal possuir penas de águias nos EUA, a menos que a pessoa seja comprovadamente descendente de nativos, fazendo parte de uma tribo reconhecida federalmente.

E, não só isso. Cerca de 25 países atualmente possuem águias em seus brasões, como Albânia, Áustria, Zâmbia e Iêmen.

Ela também é a ave nacional da Alemanha, da Áustria, do México e do Cazaquistão.

Uma ave, certamente, cheia de segredos e mistérios, e que, por isso mesmo, é fascinante.

Fonte: culturamix, chipperbirds, britannica, fws, buzzghana – imagem: wikimedia

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui