Criatura estranha é encontrada nas águas perto da Antártida

Criatura estranha é encontrada nas águas perto da Antártida

Este animal estranho que foi capturado vive nas águas perto da Antártida e pode ser comparado com algum tipo de decoração de uma árvore de Natal. 

A criatura incomum é Eulagisca gigantea, pertencente a uma classe de vermes marinhos chamados vermes de cerdas ou poliquetas. Suas cerdas podem ser usadas para rastejar, nadar e se defender.

Esta espécie foi descoberta em 1939 e pouco se sabe sobre os seu hábitos e biologia.

Esta parte anterior aos seus dentes afiados na verdade não é sua cabeça e sim sua faringe, que é alojada dentro de seu corpo. Portanto, quando este animal se alimenta, sua garganta é projetada cerca de 5 cm para fora.

Verme de cerda

Existem cerca de dezesseis mil espécies de vermes de cerdas em todas as profundezas de todos os oceanos do mundo. Estas espécies que vivem em temperaturas frias do oceano e outras que toleram temperaturas extremamente altas perto de aberturas hidrotermais. 

São animais por vezes bizarros mas que desempenham um papel muito importante no ecossistema oceânico.

O poliqueta da foto foi encontrado no Oceano Antártico a uma profundidade de 520 a 670 metros e apresenta grande destaque as suas cerdas douradas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui